• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Luto Ex-presidente do MDB em Pernambuco, Dorany Sampaio, morre aos 91 anos O político esteve internado no Hospital Português na última semana e faleceu devido a idade avançada

Publicado em: 13/03/2018 11:55 Atualizado em: 13/03/2018 12:16

Dorany Sampaio deixa a esposa, Lisete Valadares, sete filhos, netos e bisnetos. Foto: Inês Campelo/DP
Dorany Sampaio deixa a esposa, Lisete Valadares, sete filhos, netos e bisnetos. Foto: Inês Campelo/DP

Faleceu nesta terça-feira (13), aos 91 anos, um dos fundadores do Movimento Democrático Brasileiro (MDB), Dorany Sampaio. O político esteve internado no Hospital Português na última semana. Após uma piora no quadro, foi confirmado o falecimento, na manhã desta terça-feira. O ex-presidente do MDB faleceu em casa sob os cuidados da família.

Durante o período que ele esteve internado, foi criada uma campanha para doação de sangue. De acordo com o amigo da família e escritor Chico de Assis, Dorany estava debilitado e vinha enfrentando problemas de saúde em decorrência da idade avançada.

Dorany Sampaio deixa a esposa, Lisete Valadares, sete filhos, netos e bisnetos. Na carreira política, ele atuou como deputado estadual, presidente da OAB-PE, secretário do Estado de Pernambuco e do Recife. Ele esteve a frente da Superintendência de Desenvolvimento do Nordeste (Sudene) durante o governo de José Sarney. 

Após a notícia, diversos políticos lamentaram a morte de Dorany. "Um democrata e humanista que foi cassado pela ditadura militar por não abrir mão desses ideais. Referência na política pernambucana e especialmente no MDB, partido que conduziu por 27 anos, quando sobressaiu sua capacidade de diálogo e articulação. Perda muito grande para Pernambuco e para o Brasil. Quero enviar meus sentimentos aos amigos e familiares de Dorany", disse, através de nota, o prefeito Geraldo Julio.

O deputado federal Augusto Coutinho (SD) também homenageou o político. "O desaparecimento do ex-deputado Dorany Sampaio deixa uma lacuna imensa na política pernambucana. Dorany foi um dos símbolos da luta democrática por um Brasil melhor, e participou de importantes momentos da política nacional. Consolidamos uma forte amizade no período em que atuamos como secretários nas gestões de Jarbas Vasconcelos e Roberto Magalhães na Prefeitura do Recife. Me solidarizo com Dona Lizete, com todos os seus familiares e amigos neste momento difícil".

O corpo de Dorany Sampaio será velado a partir das 14h no cemitério Morada da Paz, em Paulista, e cremado às 18h.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.