• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
REFORMAS Vice-presidente da Câmara, Fábio Ramalho diz que ninguém vai votar Previdência O deputado é conhecido na Câmara por circular bem entre diversas alas, tanto do governo quanto da oposição.

Por: AE

Publicado em: 22/11/2017 20:48 Atualizado em:

Horas antes do jantar com o presidente Michel Temer e a base aliada, o vice-presidente da Câmara, Fábio Ramalho (PMDB-MG), disse que não há chances de a reforma da Previdência ser aprovada pelo plenário da Casa. "Não adianta, ninguém vai votar a Previdência", decretou o parlamentar.

Ramalho contou que conversou informalmente com mais de 100 deputados e que só três disseram que votariam a favor da Proposta de Emenda à Constituição (PEC). Para o peemedebista, o governo não chega a conquistar sequer 100 votos, ficando muito longe dos 308 votos necessários para aprovar a PEC em dois turnos. "Se tiver 100 votos (a favor da PEC) é muito", estimou. 

"Eu converso com esse povo um a um. Qualquer um que se pergunta, eles não querem votar. Não temos voto nem para chegar a 100", comentou Ramalho ao atravessar o comitê de imprensa da Câmara.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.