• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Benefícios Ações beneficiam o desenvolvimento de jovens advogados e profissionais do interior Com o dinheiro arrecadado por meio da anuidade, OAB/PE investe em convênios que garantem maior qualidade de vida e desenvolvimento profissional aos advogados de Pernambuco

Por: Rayanne Albuquerque - Diario de Pernambuco

Publicado em: 01/11/2017 12:20 Atualizado em: 01/11/2017 12:35

Leomilton Guimarães ressalta que agora as cidades pequenas contam com uma estrutura mais completa. Foto: Divulgação
Leomilton Guimarães ressalta que agora as cidades pequenas contam com uma estrutura mais completa. Foto: Divulgação

O direcionamento da anuidade destinada às entidades de classe é uma dúvida que permeia muitos profissionais de diversas áreas. O objetivo principal é o de assegurar os direitos da categoria. Porém, a Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) vai além e envolve outras questões importantes como indutoras de ações que beneficiam diretamente os profissionais. Só em Pernambuco, mais de 330 convênios estão firmados para oferecer serviços que vão desde descontos para compra de ternos, sapatos, vestidos e até planos odontológicos e previdência privada. Consciente sobre a relação entre o desenvolvimento jurídico no Estado e a qualidade de vida profissional dos advogados, a Caixa de Assistência dos Advogados de Pernambuco (CAAPE) adotou como prioridade, nessa gestão, o suporte à jovem advocacia e aos profissionais que atuam no interior, utilizando como recurso a anuidade dos associados.

Leomilton Guimarães deu os primeiros passos na carreira jurídica em 2013, no município de Sanharó, localizado no Agreste Pernambucano, a 200 km da capital. O advogado faz parte da jovem advocacia, categoria que inclui os profissionais com até cinco anos de exercício vinculados à OAB e grupo que tem sensibilizado as ações da CAAPE. Além de ter dificuldade em ganhar espaço nos órgãos públicos e credibilidade com os clientes no começo da profissão, a falta de escritórios disponíveis para os advogados e advogadas que decidiram trabalhar no interior foram alguns dos desafios presentes nos primeiros anos da carreira de Leomilton. Hoje, com o reforço nas ações voltadas para o interior, a situação é outra. “Vejo a OAB-PE completamente interiorizada, principalmente depois da execução do plano que disponibiliza uma sala para os advogados. Cidades pequenas agora contam com uma estrutura que nunca se viu”, comenta o advogado.

Lotada no município de Surubim, Carlúcia Barbosa não precisa se deslocar do interior para o Recife para ir ao médico porque tem acesso à um consultório clínico local. Foto: Divulgação
Lotada no município de Surubim, Carlúcia Barbosa não precisa se deslocar do interior para o Recife para ir ao médico porque tem acesso à um consultório clínico local. Foto: Divulgação

Há olhares voltados também para assistenciar aqueles que estão fora do perfil tomado como prioridade nessa gestão. As advogadas e advogados que desejam se qualificar para abrir o próprio negócio, ou melhorar o desempenho na carreira pública, podem participar gratuitamente de cursos, seminários, congressos e simpósios realizados pela Ordem. Nesses espaços de aprimoramento, profissionais de renome são convidados para falar sobre suas experiências e trocar ideias com os ouvintes, principalmente sobre assuntos que não costumam ser ensinados na faculdade, como a sustentação oral nos tribunais.

Ir ao médico sem precisar se deslocar do interior para o Recife também é uma das vantagens dos convênios da CAAPE, de acordo com a conselheira estadual da OAB/PE, Carlúcia Barbosa. Lotada no município de Surubim, no Agreste, a advogada tem acesso à um consultório clínico local, evitando o deslocamento e os custos desnecessários. Outra questão importante também é ressaltada pela conselheira, já que Carlúcia reconhece que a CAAPE conseguiu resolver alguns contratempos vividos pela categoria no cotidiano da profissão. "Um importante serviço para os adimplentes é o estacionamento reservado nos fóruns da capital e do interior. Isso era um problema difícil para todos”. Atualmente a categoria é composta por quase 40 mil pessoas e conta com vagas gratuitas na capital e no interior.

Bruno Baptista explica que plano que prevê a conversão de descontos em pontos e pode zerar o valor da anuidade tem previsão de início em 2018. Foto: Sol Pulquério/Divulgação
Bruno Baptista explica que plano que prevê a conversão de descontos em pontos e pode zerar o valor da anuidade tem previsão de início em 2018. Foto: Sol Pulquério/Divulgação

Apesar de desenvolver atividades que beneficiam a categoria nas 25 subseccionais distribuídas do litoral ao sertão, o órgão de assistência ainda busca um maior reconhecimento, conforme aponta o presidente da CAAPE Bruno Baptista. Uma estratégia adotada para divulgar a rede de mais de 300 convênios é o plano Anuidade Zero. Criado pela OAB-PE e com previsão de implantação em  2018, o programa prevê a conversão dos descontos em pontos, que podem zerar o valor da anuidade. “O desconto, portanto, não acontecerá na hora da compra. Ao invés disso, será acumulado ao longo do ano e convertido em pontos. Se o valor utilizado em serviço superar a taxa de anuidade, o valor a mais será reembolsado, mas se for abaixo do débito, será necessário pagar apenas a diferença” explica Baptista. A estimativa é que um advogado que gaste cerca de R$ 700 a R$ 800 na rede credenciada mensalmente a anuidade dele vai sair zerada.

Empresas parceiras
Os profissionais interessados em conhecer mais sobre as empresas e serviços parceiros da CAAPE contam hoje com um aplicativo que facilita as buscas devido a utilização de um mapa interativo. O sistema funciona com a utilização de um GPS, visualizando de maneira ágil quais são os estabelecimentos parceiros da OAB-PE mais próximos ao usuário. Para baixar o aplicativo que tem o nome de "CAAPE", é preciso procurá-lo na PlayStore, para usuários Android, ou na AppleStore, para os que utilizam iPhone. Outra forma de conhecer os benefícios é acessando o site da Caixa de Assistência dos Advogados de Pernambuco, através do endereço www.caape.org.br, ou por meio do telefone (81) 3223-0902.

Arte: Priscila Milet/DP
Arte: Priscila Milet/DP


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.