• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
PARLAMENTARES STF retoma julgamento sobre medidas cautelares aplicadas a parlamentares Votaram contra a ação Fachin e Barroso

Por: Agência Estado

Publicado em: 11/10/2017 17:03 Atualizado em:


O Supremo Tribunal Federal (STF) retomou às 16h47 desta quarta-feira, 11, a sessão em que a Corte julga Ação Direta de Inconstitucionalidade (ADI) que defende a necessidade de medidas cautelares contra parlamentares serem autorizadas pela Câmara ou pelo Senado. Neste momento, a ministra Rosa Weber pronuncia seu voto.

Até antes do intervalo regimental de 30 minutos, apenas três dos 11 ministros tinham votado: Edson Fachin, relator do caso no Supremo; Alexandre de Moraes e Luís Roberto Barroso. Por enquanto, o placar é de dois votos a um pela improcedência da ADI. Votaram contra a ação Fachin e Barroso. Moraes votou pela procedência da ação.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.