• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
SUSPEIÇÃO Gleisi evita opinar sobre julgamento de Janot, mas critica delação da JBS A presidente do PT encontra-se em Curitiba junto com lideranças petistas que vieram prestar apoio ao ex-presidente Lula

Por: Agência Estado

Publicado em: 13/09/2017 15:04 Atualizado em:


A senadora e presidente nacional do Partido dos Trabalhadores (PT), Gleisi Hoffmann, classificou como "briga de gente muito grande" o julgamento pelo Supremo Tribunal Federal (STF) do pedido de suspeição do procurador-geral da República, Rodrigo Janot, feito pela defesa do presidente Michel Temer, nas investigações contra o mandatário do País. No entanto, a senadora fez críticas à forma como se desenvolveu a delação da JBS.

"Olha, essa é uma briga de gente muito grande e prefiro não dar minha opinião sobre ela. Eu só acho que o que aconteceu em relação à delação da JBS coloca em questionamento o instituto da delação", disse a senadora à reportagem. De acordo com a senadora, é preciso ser feito um levantamento que questione o instituto da delação, que já tem questionamentos. "Esse é um problema que pode virar uma arma contra a própria Operação (Lava Jato)", alertou a petista.

Gleisi disse acreditar que, embora Janot esteja deixando o cargo de procurador-geral da República, uma eventual suspeição dele "certamente vai afetar as investigações contra o presidente Michel Temer". A presidente do PT encontra-se em Curitiba junto com lideranças petistas que vieram prestar apoio ao ex-presidente Lula, que neste momento presta seu segundo depoimento ao juiz responsável pela Lava Jato, Sérgio Moro.


Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.