• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Lava Jato Ex-conselheiro faz primeiro acordo de delação premiada da operação Zelotes Paulo Roberto Cortes havia demonstrado interesse em fazer delação premiada desde 2015, mas apenas agora o acordo foi homologado pela Justiça

Por: Diario de Pernambuco

Publicado em: 11/08/2017 09:26 Atualizado em:

O primeiro acordo de delação premiada da Operação Zelotes foi fechado. De acordo com a colunista Lydia Medeiros, o ex-conselheiro do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais (Carf) Paulo Roberto Cortes entregou atos ilícitos praticados. A delação traz ainda denúncias que envolvem o Bank Boston, banco comprado pelo Itaú em 2006.

O ex-conselheiro havia demonstrado interesse em fazer delação premiada desde 2015, mas apenas agora o acordo foi homologado pela Justiça.

De acordo com reportagem do Bom Dia Brasil, o delatou contou receber R mil em dinheiro vivo para fazer o trabalho técnico que o então conselheiro José Ricardo da Silva, que era ao mesmo tempo conselheiro e consultor em casos do Carf, não fazia:

“Antes de cada sessão, quando eu trabalhava com ele, eu fazia as devidas explicações, repassava para ele o material e fazia as explicações de cada matéria a ser tratada no julgamento”, segundo informou.

A delação fala ainda do caso BankBoston, em 2012, quando o banco teve uma multa reduzida de R$ 600 milhões para R$ 100 milhões em um processo.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.