• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Em Petrolina Miguel Coelho assume presidência do PSB

Publicado em: 28/07/2015 14:03 Atualizado em:

O deputado estadual Miguel Coelho (PSB) foi escolhido para presidir a executiva da legenda na cidade de Petrolina, no Sertão de Pernambuco. O processo foi definido pelo diretório estadual do PSB e será oficializado nesta terça-feira pelo Tribunal Regional Eleitoral de Pernambuco (TRE-PE). No discurso, o filho do senador Fernando Bezerra Coelho, também do PSB, promete o fortalecimento e a unidade do partido, lembrando que este tema é de fato crucial para a legenda na cidade, que ainda não definiu qual será o candidato à prefeitura em 2016.

“A comissão provisória estava desativada desde o ano passado e agora podemos organizar uma nova fase no partido. Queremos ouvir as principais lideranças do PSB, os deputados Gonzaga Patriota, Lucas Ramos, Fernando Filho, além do senador Fernando Bezerra e nossos vereadores. Com isso, vamos fortalecer nosso partido de maneira conjunta em busca de novas conquistas para Petrolina”, destacou Miguel.

O governador Paulo Câmara (PSB) demonstrou esperança no futuro do PSB em Petrolina com a ascensão da nova coordenação. “A gente tem confiança que o novo presidente Miguel Coelho vai conduzir da melhor maneira e levará o PSB a ficar muito forte para as eleições municipais”, disse o governador durante uma agenda em Petrolina domingo passado. Atualmente, Paulo é a maior liderança política do PSB em Pernambuco.

A executiva do PSB de Petrolina funciona como uma comissão provisória. A transformação do colegiado em um diretório municipal é outra medida que será discutida e adotada nos próximos meses segundo o novo presidente. “O PSB de Petrolina tem mais de dez movimentos sociais. Agora é o momento de chamar esses grupos, os filiados, as lideranças para estruturar um partido justo e com a representatividade de todas as forças de nossa cidade”.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.