• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
Memória política Comissão de Pernambuco recebe documentação da Comissão de Anistia do Ministério da Justiça

Publicado em: 25/02/2015 11:28 Atualizado em: 25/02/2015 11:37

A Comissão da Verdade de Pernambuco participa nos dias 26 e 27 de fevereiro, em Brasília, de evento promovido pela Comissão de Anistia. Durante a solenidade, que acontece no auditório Tancredo Neves, serão entregues à Comissão pernambucana documentos históricos originais produzidos pela Polícia Científica de Pernambuco à época da ditadura militar (1964-1985).

“Temos um convênio de cooperação junto à Comissão de Anistia do Ministério da Justiça e assim pudemos localizar estes registros no acervo da Comissão da Anistia”, sublinhou Manoel Moraes, cientista político e membro do colegiado pernambucano, que representa a comissão na capital federal.

Os registros, que compõem o acervo da Comissão de Anistia, reúnem importantes elementos produzidos pelo Instituto de Polícia Técnica da Secretaria de Segurança de Pernambuco durante a repressão política acerca dos emblemáticos casos do padre Antônio Henrique, assassinado em 1969, e do líder estudantil Odijas de Carvalho, morto em fevereiro de 1971, nas dependências do Hospital da PMPE, no Recife.

Também estão entre os registros o caso nda costureira Anatália Alves, cujo corpo foi encontrado parcialmente carbonizado na cela do Departamento de Ordem Política e Social (DOPS) de Pernambuco, no Centro do Recife, em janeiro de 1973. Todos estes casos estão inseridos nos 51 que estão sob as investigações da Comissão de Pernambuco. O ato solene para a entrega da documentação acontece no dia 27 a partir das 12h.



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.