• Compartilhar no Facebook Compartilhar no Twitter Compartilhar no Google Plus Enviar por whatsapp Enviar por e-mail Mais
TSE Quanto vale seu voto? Candidatos eleitos revelam gastos de campanha em 2014 O Diariodepernambuco.com.br mostra como os candidatos eleitos em 2014 declararam ter gasto com suas campanhas. Hoje, na versão impressa, descubra o "custo do voto", com os valores arcados por cada candidato pelos votos recebidos. Para entrar na Assembleia, por exemplo, é preciso investir R$ 8,33 por voto, enquanto na Câmara, R$ 9,00. Confira!

Por: Ed Wanderley - Diario de Pernambuco

Publicado em: 05/11/2014 22:20 Atualizado em: 06/11/2014 12:57

Os deputados pernambucanos gastaram, em média, R$ 403 mil em campanha para conquistar uma das vagas na Assembleia Legislativa do estado. Na Câmara Federal, esse valor salta para R$ 1,27 milhão. As informações estão disponíveis no site do Tribunal Superior Eleitoral e foram atualizadas nesta semana, prazo final para as prestações de contas. Todos os candidatos eleitos em 2014 têm até o final de novembro para fornecer esclarecimentos ao Tribunal Superior Eleitoral sobre inconsistências nos documentos.

No estado, há realidades bem distintas no período de campanha, somente agora reveladas em números. A deputada estadual eleita Raquel Lyra (PSB), por exemplo, teve gastos de campanha semelhante à média de um deputado estadual e ocupa a liderança no ranking de campanhas mais caras em 2014. Na Câmara Federal, o posto é ocupado por Bruno Araújo (PSDB), que investiu R$ 3,8 milhões para conquistar sua vaga em Brasília. Os dois casos são ainda mais emblemáticos quando considera-se que os deputados, estadual e federal, que menos investiram no pleito tiveram gastos oficiais de campanha que não chegaram a R$ 60 mil. São eles: José Humberto Cavalvanti (PTB) e Kaio Maniçoba (PHS). No Senado, outra discrepância, quando percebe-se que o senador eleito, Fernando Bezerra Coelho (PSB) investiu mais que o triplo que o seu adversário petista João Paulo (PT).

Confira abaixo infográfico explorando os gastos de campanha em todas as disputas eleitorais de 2014, bem como os diferentes perfis da Assembleia e Câmara Federal de Pernambuco de 2015 





Obs: O gasto do deputado Augusto Cesar foi considerado a partir do depoimento dele uma vez que sua declaração consta como "sem despesa" no sistema do TSE. Já a deputada Socorro Pimentel, de acordo com a mesma fonte, não teria entregue a prestação de contas.



 
PERFIL DA ASSEMBLEIA LEGISLATIVA 2015


PERFIL DA CÂMARA FEDERAL 2015



Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.