• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Comício em Brasília Teimosa » Militância clama por Lula em discurso de João Paulo

Cláudia Ferreira - Esp. para o Diario de Pernambuco

Publicação: 04/09/2014 21:32 Atualização: 04/09/2014 23:56

Foto: Ichiro Guerra/ Divulgação
Foto: Ichiro Guerra/ Divulgação
No comício em Brasília Teimosa, o candidato a vice-governador Paulo rubem (PDT) passou a palavra para o postulante ao Senado João Paulo, ex-prefeito do Recife eleito em 2000 e em 2004. Ao ser anunciado, João Paulo arriscou uns passos de frevo ao som de seu jingle de campanha antes de iniciar seu discurso, que foi interrompido logo no início pelos gritos da militância por Lula. Ao ouvir a multidão entoar “Lula, guerreiro do povo brasileiro” e “Olé, olé, olé, olé, Lula, Lula”, o ex-presidente se dirigiu à ponta do palco para receber de perto o carinho da militância petista.

Após a homenagem ao correligionário, João Paulo recomeçou sua fala, lembrando a situação vulnerável em que vivia a população de Brasília Teimosa e destacou a parceria com o então presidente Lula para mudar a realidade daquela área, com a retirada das palafitas e moradias precárias. O candidato ao Senado acusou a campanha de Marina Silva, presidenciável pelo PSB, a “utilizar uma tragédia nacional para reverter um projeto eleitoral”, em referência ao uso da imagem do ex-governador Eduardo Campos, morto num acidente aéreo no último dia 13.

João Paulo também afastou a possibilidade de divisão entre PT e PTB, referindo-se ao fato de os adversários chamarem o candidato Armando Monteiro de "patrão", como uma forma de dizer que os petistas não votariam no candidato petebista. 

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.