• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Proposta » Marina volta a acenar ao agronegócio em campanha no RS

AE

Publicação: 04/09/2014 14:41 Atualização:

A candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, chegou no início da tarde desta quinta-feira (4) a um hotel da capital gaúcha para gravar imagens para os programas eleitorais de seus aliados no Rio Grande do Sul. A agenda também inclui uma visita à Expointer, feira internacional do agronegócio que ocorre em Esteio, na região metropolitana de Porto Alegre. De acordo com a assessoria de imprensa do PSB, a candidata irá ao espaço da Federação da Agricultura do Rio Grande do Sul (Farsul) e ao pavilhão da Agricultura Familiar, onde deverá conversar com os jornalistas.

No fim da tarde, Marina ainda terá um ato de campanha em Caxias do Sul, na serra gaúcha, ao lado do candidato do PMDB ao governo gaúcho, José Ivo Sartori. Marina chegou à capital gaúcha ontem à noite.

Perguntada sobre os resultados das pesquisas Ibope e Datafolha, divulgadas nesta quarta, 3, ela disse que só falaria com a imprensa na parte da tarde. A ex-senadora está acompanhada do candidato a vice, o deputado gaúcho Beto Albuquerque (PSB).

O levantamento do Ibope mostrou que Marina Silva subiu quatro pontos porcentuais em uma semana, de 29% para 33%, mas não conseguiu ultrapassar a presidente Dilma Rousseff (PT), que também subiu, de 34% para 37%, segundo pesquisa Ibope/Estadão/TV Globo. As duas estão empatadas tecnicamente, no limite da margem de erro: Dilma teria no mínimo 35%, que é o máximo a que a adversária poderia chegar. Em um 2.º turno, Marina venceria por 46% a 39%, se a eleição fosse hoje. Já Aécio Neves (PSDB) caiu quatro pontos em uma semana, de 19% para 15%.

Na pesquisa Datafolha, a candidata do PSB à interrompeu a sua ascensão e permaneceu na casa dos 34% enquanto a petista Dilma Rousseff chegou a 35% das intenções de voto. Dilma tinha 34% na sondagem anterior, dos dias 28 e 29 de agosto, e sua variação, portanto, está dentro da margem de erro da pesquisa, de dois pontos porcentuais para mais ou para menos. Ambas estão em uma situação de empate técnico. Aécio Neves, do PSDB, oscilou de 15% para 14% entre uma sondagem e outra.

Depois da gravação para o horário eleitoral, Marina participa de um almoço com lideranças do PSB no RS e candidatos da coligação no Estado, que inclui o PMDB e PSD. O evento é fechado à imprensa.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.