• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Pesquisa » Datafolha mostra Armando e Paulo empatados com 36% em PE

Publicação: 04/09/2014 11:55 Atualização:

Os candidatos ao governo de Pernambuco Armando Monteiro Neto (PTB) e Paulo Câmara (PSB) aparecem empatados, com 36% das intenções de voto cada um, em pesquisa Datafolha divulgada nesta quinta-feira, 4. Na primeira pesquisa do instituto no Estado, realizada em 15 de agosto, Monteiro Neto liderava com vantagem de 34% - ele aparecia com 47% das intenções de voto contra 13% do socialista. Nesta segunda rodada, Armando Monteiro caiu 11%, enquanto Câmara subiu 23%.

Então desconhecido do eleitorado, Câmara, lançado pelo ex-governador e ex-candidato a presidente Eduardo Campos (PSB), morto em um acidente de avião no último dia 13, em Santos (SP), é apoiado por aliança de 21 partidos. A imagem e a voz de Campos é usada com intensidade na propaganda eleitoral, pedindo votos para o socialista. Coligado ao PT, Armando Monteiro Neto conta com o apoio do ex-presidente Lula e da presidente Dilma, também bastante utilizados na sua campanha pedindo votos.

Em relação à primeira rodada, a rejeição a Câmara - ex-secretário de Planejamento e da Fazenda no governo Campos - também diminuiu de 17% em 15 de agosto, para 12%, enquanto a de Armando Monteiro Neto subiu de 9% para 15%.

Outros três candidatos ao governo estadual conseguiram 1% da preferência cada um - Zé Gomes (PSOL), Miguel Anacleto (PCB) e Pantaleão (PCO) - enquanto Jair Pedro (PSTU) não pontuou. Os brancos e nulos caíram de 15% para 9% em relação à primeira pesquisa, e os indecisos de 19% para 17%.

A pesquisa ouviu 1.185 eleitores em 43 municípios pernambucanos nos dias dois e três deste mês e tem margem de erro de 3%. Foi registrada no TRE-PE sob o número 00021/2014 e no TSE 00517/014.

A pesquisa Datafolha manteve a indicação de crescimento do candidato do PSB que já havia sido demonstrada pela pesquisa do instituto Ibope no Estado. A segunda rodada do Ibope, em 26 de agosto, mostrou Armando Monteiro Neto com 38% e Paulo Câmara com 29%. Na primeira, em 30 de julho, eles haviam conseguido respectivamente 43% e 11%. Com uma subida de 18 pontos percentuais, Câmara havia reduzido a diferença para o petebista de 32 % na primeira rodada, para 9%, na segunda. Agora, nove dias depois, o instituto Datafolha os mostra empatados.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.