• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições » Reforço nacional para a Frente Popular Marina Silva e o vice em sua chapa, Beto Albuquerque, ambos do PSB, devem vir a Pernambuco mais duas vezes antes do pleito

Rosália Rangel

Publicação: 04/09/2014 08:43 Atualização:

Até o final da campanha, a candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, e seu vice, Beto Albuquerque (PSB), devem retornar mais duas vezes a Pernambuco. A primeira visita deles está prevista para o dia 13 deste mês, quando será celebrada a missa de um mês pelo falecimento do ex-governador Eduardo Campos, que morreu vítima de um acidente aéreo em Santos (SP). Além da celebração religiosa, Marina e Beto também irão participar de outras atividades no Recife, que ainda não foram definidas.

Na segunda visita, sem data prevista, os socialistas devem concentrar os eventos no interior do estado. Depois do lançamento da campanha do PSB, ainda na condição de vice de Eduardo Campos, Marina participou apenas de eventos no Recife. Há pouco mais de 20 dias, ela retornou à cidade para o velório e sepultamento do aliado. Uma semana depois, já como candidata à Presidência, ela retornou para atos políticos em favor dos socialistas. “Temos em Pernambuco o compromisso de eleger Paulo e Fernando e de manter o legado de Eduardo”, frisou Beto Albuquerque.

A programação da primeira visita também deve incluir uma ida a Petrolina. A proposta é fortalecer o nome de Fernando Bezerra Coelho (PSB) para o Senado. A aposta dos socialistas é que a evolução de Marina nas pesquisas possa refletir em favor de Bezerra Coelho da mesma forma que aconteceu com Paulo Câmara. A presença da socialista no estado pode ajudá-la a conquistar votos no Nordeste, onde a presidente Dilma Rousseff (PT) tem forte inserção.

TRE

A Comissão de Propaganda apreendeu, ontem, um carro de som da campanha de Paulo Câmara, que só será devolvido após as eleições. O veículo foi flagrado próximo ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE), na lanchonete Mac Donald’s, da Avenida Agamenon Magalhães, com o volume acima do permitido por lei. Por regra, o carro não poderia colocar o volume do som acima de 80 decibéis nem ficar a uma distância inferior a 200 metros do TRE. O PSB pode recorrer.

O TRE também vai avaliar representação do PSol encaminhada ao Ministério Público Eleitoral para que o tribunal apure o suposto envolvimento de Câmara, quando secretário da Fazenda, com a empresa Bandeirantes Companhia de Pneus S.A, proprietária do avião que vitimou Eduardo. Em nota, a Frente Popular diz que “Paulo tem uma vida limpa, de servidor público concursado, bem sucedido em todas as funções que exerceu, ao lado do saudoso ex-governador Eduardo Campos”.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.