• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Justiça Eleitoral » Procuradoria Eleitoral do Rio move 177 ações por propaganda irregular

Agência Brasil

Publicação: 03/09/2014 21:29 Atualização:

A Procuradoria Regional Eleitoral do Rio de Janeiro propôs 177 ações sobre propaganda irregular nos meses de julho e agosto.

Das 177 representações propostas contra candidatos a todos os cargos, 92 casos se referem à propaganda extemporânea (fora do momento certo), veiculada antes da data prevista no calendário eleitoral oficial para início da propaganda dos candidatos, dia 6 de julho. As ocorrências envolvem divulgações ilegais feitas tanto na internet quanto por meio de faixas, cartazes e eventos para promoção de candidaturas.

Os candidatos ao Executivo fluminense respondem por 46 representações. O ex-governador Anthony Garotinho (PR), que lidera as pesquisas, em 19 ocorrências, seguido pelo governador Luiz Fernando Pezão (PMDB), que tenta a reeleição e foi acionado 15 vezes. Em seguida, aparecem Lindbergh Farias (PT), com dez representações, e Marcelo Crivella (PRB), com duas.

Dentre os que concorrem a cargos legislativos, o candidato a deputado federal Pedro Paulo (PMDB) é o campeão de irregularidades e responde a dez representações - sete delas por propaganda antecipada. Os três candidatos da família Picciani, todos pelo PMDB, também respondem a grande número de ocorrências. Leonardo, candidato a deputado federal; Jorge e Rafael, candidatos a deputado estadual;  foram acionados 13 vezes - a maioria por uso indevido de placas, faixas, cavaletes e outdoors.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.