• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Pesquisa » Ibope: rejeição de Dilma é de 31%, de Marina, 12%

AE

Publicação: 03/09/2014 18:45 Atualização:

Pesquisa Ibope encomendada pelo jornal O Estado de S. Paulo e pela Rede Globo mostra uma queda na taxa de rejeição da candidata Dilma Rousseff (PT) de 36% para 31% da semana passada para cá. A taxa de rejeição da candidata Marina Silva (PSB) oscilou de 10% para 12% no mesmo período. A rejeição ao candidato Aécio Neves (PSDB) se manteve em 18%.

Segundo a pesquisa, 18% dos eleitores não votariam de jeito nenhum no pastor Everaldo, 12% em Levy Fidelix (PRTB), 11% em Zé Maria (PSTU) e Eymael (PSDC). A taxa de rejeição a Luciana Genro (PSOL) e Mauro Iasi (PCB) é 10% e a de Eduardo Jorge (PV), 7%; 12% disseram que poderiam votar em todos e 15% não sabem ou não responderam.

Avaliação

A pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira também mostra uma leve melhora na avaliação do governo Dilma Rousseff. A avaliação ótima ou boa da atual gestão saiu de 31% em julho para 34% em agosto e 36% neste início de setembro. A avaliação regular do governo está praticamente estável: ficou em 36% em julho e agosto e está em 37% agora. A avaliação ruim ou péssima passou de 33% em julho para 27% em agosto e 26% agora.

A pesquisa Ibope foi realizada entre 31 de agosto e 2 de setembro, por encomenda do Estadão e da Rede Globo. Foram feitas 2506 entrevistas em 175 municípios de todo o País. A margem de erro máxima é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos em um nível de confiança estimado de 95%. Ou seja, se fossem feitas 100 pesquisas idênticas a esta, 95 deveriam apresentar resultados dentro da margem de erro. A pesquisa foi registrada na Justiça eleitoral com o número BR-00514/2014.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.