• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Debate » Pastor Everaldo nega ter agredido a ex-companheira

Agência Estado

Publicação: 01/09/2014 20:25 Atualização:

O presidenciável pelo Partido Social Cristão (PSC), Pastor Everaldo, negou nesta segunda-feira (1º) ter participado de qualquer episódio de violência doméstica. O empresário e pastor evangélico da Assembleia de Deus é réu de um processo no Superior Tribunal de Justiça (STJ), por supostamente ter agredido a ex-companheira Kátia Maia “Eu, como todas as pessoas que casam, tem o desejo de manter o casamento. Fui casado durante 23 anos, mas não tive a mesma sorte que os meus pais. Tive o relacionamento com essa pessoa, que acabou”, contou ele. “Nunca agredi nenhuma mulher”, concluiu o pastor. Ele ainda ressaltou o fato de ter sido inocentado na 1ª instância, no Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro. “O tribunal considerou (a denúncia) improcedente, por unanimidade”, frisou ele, que também voltou a repetir a defesa de políticas voltadas para a família.

A pergunta foi feita pelo jornalista Fernando Rodrigues, durante o segundo bloco do debate promovido pela emissora SBT. Além de Everaldo, participam do debate os candidatos Levy Fidelyx (PRTB), Luciana Genro (PSOL), Eduardo Jorge (PV), Marina Silva (PSB), Aécio Neves (PSDB) e a presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff (PT).

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.