• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Propostas » Aécio critica 'improviso' das propostas de governo de Marina Silva Candidato do PSDB cobra de Marina mais clareza nas propostas de governo na área econômica

Alessandra Mello

Publicação: 01/09/2014 12:02 Atualização:

Aécio bate-bola e conversa com atletas e artistas durante jogo promovido ontem pelo ex-jogador Zico. Foto: Igo Estrela/Coligação Muda Brasil (Igo Estrela/Coligação Muda Brasil)
Aécio bate-bola e conversa com atletas e artistas durante jogo promovido ontem pelo ex-jogador Zico. Foto: Igo Estrela/Coligação Muda Brasil
O candidato do PSDB à Presidência da República, Aécio Neves, cobrou nesse domingo da também candidata Marina Silva (PSB) uma posição clara sobre suas propostas de governo, especialmente em relação às políticas econômica e externa. O tucano classificou o programa da ex-senadora, divulgado na sexta-feira, como contraditório e disse mais uma vez que o Brasil não é para amadores. “O que é importante neste momento em que vamos tomar uma decisão dessa dimensão para o futuro do Brasil é que cada candidato diga com absoluta clareza o que pretende fazer lá adiante, em relação à política econômica e em relação à política externa. Não conheço ainda posições dela em relação à nossa política externa, em relação aos programas de transferência de renda; vamos aguardar que daqui até a eleição ela possa externar as suas posições”, disse Aécio, que participou ontem, no Rio de Janeiro, de um jogo de futebol organizado pelo ex-jogador Zico em apoio à candidatura tucana.

Segundo o candidato, a ex-senadora mudou de posição em relação ao que ela pregava no passado, quando era filiada ao PT. Para ele, houve uma “evolução”. “Mas é preciso que se explique porque num tempo tão curto, tão pouco tempo atrás nós não tivemos o apoio dessas mesmas forças políticas para que o Brasil aprovasse a Lei de Responsabilidade Fiscal, para que nós defendêssemos o agronegócio como instrumento fundamental da nossa economia da geração de empregos, da geração de renda e várias ações importantes”, afirmou o tucano.

Aécio disse ainda que o momento é de gravidade e que o Brasil “não comporta mais improviso” e precisa muito mais do que candidatos com boas intenções. “É muito importante dada à gravidade da crise que os brasileiros pensem, avaliem a história de cada um dos candidatos, aquilo que eles fizeram quando tiveram oportunidade de fazer. Eu respeito as boas intenções de todos os candidatos e candidatas, mas o Brasil precisa de mais do que isso.”

O candidato do PSDB declarou ainda que já é certa a derrota de Dilma Rousseff (PT) na eleição. “O atual governo fracassou, essa é a questão central, e não vencerá as eleições o grupo que está hoje no poder”, cravou o tucano.

ESPORTE Durante o evento, Aécio assinou uma Carta Compromisso pelo Esporte Brasileiro. Nela, o candidato se compromete a estimular a prática esportiva e torná-la uma ação de Estado para melhorar a qualidade de vida dos brasileiros. O documento tem nove pontos, entre eles a desburocratização da legislação e a criação de um comitê para promover parcerias entre os entes públicos, com o objetivo de estimular o esporte no país. A partida de futebol contou com a participação de atletas e  artistas, entre eles Alexandre Torres, Bebeto, Giovani, Dadá Maravilha, Helton Leite, Márcio Garcia, Bruno Coimbra, Maurinho, Ricardo Cruz, Fagner, Eri Johnson, Claudio Adão, Robson Caetano, Maciel e Ricardo Rocha. De uniforme azul e amarelo, cores do PSDB, Aécio jogou com a camisa 45, número do partido, e Zico com a 10, mesmo número que usava quando jogou no Flamengo. O time do candidato tucano venceu a pelada por 5 a 3.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.