• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Moreno » Violência e falta de saneamento encorpam discurso de Armando Monteiro

Diario de Pernambuco

Publicação: 01/09/2014 07:32 Atualização: 31/08/2014 20:48

Foto: Léo Caldas/divulgação (Foto: Léo Caldas)
Foto: Léo Caldas/divulgação
O candidato do PTB ao governo do estado, Armando Monteiro Neto, priorizou o interior do de Pernambuco nas caminhadas realizadas ontem ao longo do dia. Em Moreno, município governado por Adilson Gomes Filho (PSB), um dos principais aliados de Paulo Câmara e do ex-governador Eduardo Campos, Armando escutou muitas críticas à falta de saneamento básico na cidade e ao crescimento da violência. Entre o início de julho e 26 de agosto deste ano, houve cinco assassinatos no município segundo dados da própria Secretaria de Defesa Social.

Armando caminhou pelo distrito de Bonança, visitou a feira livre e o mercado público. “A gente sai de casa sem saber se volta. Quero que Armando dê um jeito nessa segurança por nós”, pediu o comerciante Severino Araújo da Silva, 61 anos. “O mesmo cano que passa água também passa o esgoto. Isso é um absurdo. Há anos uma obra para fazer a ligação das caixas de coleta se arrasta, mas a Compesa não conclui”, acrescentou o vendedor Marcos Antônio Costa, 34 anos, morador da comunidade Cidade de Deus.

Em Pombos, Zona da Mata, o petebista também ouviu queixas sobre a violência - ocorreram três homicídios por lá recentemente - e prometeu fazer um governo parceiro dos municípios. O dia também foi dedicado às cidades de São Joaquim do Monte e Santa Cruz do Capibaribe, no Agreste. Em Joaquim do Monte, ele participou, como Câmara, de uma procissão.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.