• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Aposta » População vai saber separar a comoção pela morte de Eduardo da campanha, diz Silvio Costa

Aline Moura - Diario de Pernambuco

Publicação: 01/09/2014 07:02 Atualização: 31/08/2014 18:45

Deputado federal é um dos principais aliados de Armando Monteiro no estado. Ele integra a base aliada da presidente Dilma Rousseff (PT). (Foto: Gustavo Lima / Câmara dos Deputados)
Deputado federal é um dos principais aliados de Armando Monteiro no estado. Ele integra a base aliada da presidente Dilma Rousseff (PT).

O deputado federal Silvio Costa (PSC), amigo e um dos principais aliados do senador Armando Monteiro Neto (PTB), nega que o staff da campanha esteja preocupado com o crescimento acelerado do concorrente ao governo do estado pelo PSB, Paulo Câmara. Para ele, a população vai conseguir separar a comoção vivida pela morte do ex-governador Eduardo Campos da disputa eleitoral. O parlamentar, que é candidato à reeleição, acredita que o PSB está passando dos limites ao usar a imagem de Eduardo.   

 

Quais os próximos passos da campanha de Armando, deputado?
Não tem nenhuma mudança de rumo na campanha. Essa é minha opinião pessoal. Nunca na história do Brasil, um candidato teve uma exposição igual a de Paulo Câmara, em todas as tvs, todas as rádios… Transmitiram o  funeral e o enterro do ex-governador, das 7h às 7h e, com essa overdose de exposição, o senador Armando Monteiro mantém os mesmos índices, com a menor rejeição. Nunca, nunca, nunca, um candidato que lidera as pesquisas teve a menor rejeição, ele é o primeiro. Quem é da política sabia que, até o dia 15 de setembro, o candidato adversário ia chegar a 35% e esta lamentável tragédia com o ex-governador apenas acelerou o crescimento dele, (de Câmara). Não tem nada de esdrúxulo, tem a estrutura de poder, da máquina evidentemente. Não tem nada de inusitado, ele cresceu por conta do imponderável que vitimou Eduardo.

E vocês vão continuar sem material de campanha nas ruas?

Nós propusemos em fazer uma campanha limpa no Recife e vamos continuar com a campanha limpa. Se os nossos proporcionais decidirem colocar a campanha, não podemos impedir. Sexta-feira, fizemos uma reunião com todos os candidatos da Região Metropolitana do Recife, como foi feita na semana passada com o pessoal do interior. Estamos confiantes.

Como vocês estão lidando com esta comoção pela morte de Eduardo?
O povo de Pernambuco sabe que comoção não governa. Comoção não resolve os problemas da saúde, da educação, da segurança. Então, é evidente que, como qualquer ser humano, eu não conheço um ser humano que não ficou comovido com tamanha tragédia…Agora, eles estão querendo transformar a tragédia num resultado eleitoral, estamos indignados com isso. A política é um eterno exercício de esperança, é uma eterna construção do amanhã. Eu conheço Pernambuco e tenho certeza que Pernambuco conhece o legado do ex-governador, nos seus erros e acertos. Mas a eleição é um debate sobre a construção do futuro e não sobre uma visita ao passado.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.