• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Propostas » Paulo Câmara se reúne com trade turístico e mostra confiança na vitória Candidato do PSB também avaliou desempenho de Marina no debate realizado pela Band.

Aline Moura - Diario de Pernambuco

Publicação: 27/08/2014 12:45 Atualização: 27/08/2014 13:47

Foto: Wagner Ramos/Divulgação
Foto: Wagner Ramos/Divulgação

O candidato ao governo de Pernambuco, Paulo Câmara, reuniu-se na manhã de hoje (27) com o trade turístico do estado, num restaurante em Boa Viagem, Zona Sul do Recife. O candidato se comprometeu em dar continuidade aos avanços do atual governo, investir mais em infraestrutura rodoviária, água e saneamento, por considerar que os três elementos estão diretamente relacionados à atração turística. Câmara não demonstrou euforia no debate com empresários do segmento, mesmo depois de subir de 11% para 29% na pesquisa divulgada pelo Ibope ontem (26). Ele fez um discurso casado hoje com o de Fernando Bezerra Coelho, frisando que precisa de candidato ao Senado para ter ajuda em Brasília.

Apesar de demonstrar tranquilidade, Câmara disse no encontro que “Pernambuco terá um governador amigo do turismo” a partir de janeiro do próximo ano, confiante no seu desempenho eleitoral e na vitória. “Eu quero me colocar à disposição do setor para que, em Brasília, possamos priorizar, ter um olhar precioso para com essa área que gera emprego, renda e também uma atenção especial com a aprovação de ações de interiorização do turismo”, acrescentou o candidato ao Senado, ressaltando que Garanhuns, Caruaru, Serra Talhada, Salgueiro, Araripina e Petrolina, todas cidades polo, devem se beneficiar com a próxima gestão do PSB, caso o partido vença as eleições.

Paulo Câmara se disse confiante na vitória de Marina Silva para o Palácio do Planalto. Segundo ele, a candidata do PSB mostrou-se preparada no debate realizado nesta última terça-feira pela Band e informada das questões nacionais. “Ela tem um programa de governo muito bem feito… E não quis entrar nas brigas, não quis entrar nas arengas que a gente viu no debate (entre Dilma e Aécio). Quis mostrar para o Brasil que ela tem uma opção estratégica, um plano estratégico para o Brasil. É isso que o Brasil precisa hoje, de instituições fortes (…) que queira mudar o que está errado e continuar o que está dando certo”.

 

Com informações de Filipe Barros, que estava no local

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.