• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições » Quatro dias após o início do guia eleitoral, imagem de Eduardo Campos ainda é utilizada

Sávio Gabriel

Publicação: 22/08/2014 22:04 Atualização: 22/08/2014 22:10

Quatro dias após o início oficial do guia eleitoral na televisão, os candidatos ao governo de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB) e Armando Monteiro (PTB) deram mais ênfase a suas trajetórias políticas, apesar dos usos - em menor quantidade, no caso do petebista - das imagens do ex-governador Eduardo Campos, morto no dia 13 de agosto.

O programa de Paulo Câmara teve inicio com o poeta Antônio Marinho declamando um poema ao ex-governador. Durante a primeira metade do programa, a imagem de Campos foi intensamente utilizada. Foram mostrados trechos do anúncio da candidatura de Câmara, em fevereiro deste ano, em que Eduardo Campos discursou sobre o apadrinhado político. Logo em seguida, foi mostrado um histórico da Frente Popular, que começou com a trajetória do ex-prefeito do Recife, Pelópidas Silveira, terminando nos dias atuais.

Uma das pessoas que foram mostradas no guia indagava: “Se Eduardo acreditava [em Paulo Câmara], por que não vamos acreditar?”. Depois dessa intensa utilização da imagem do ex-governador, o postulante socialista começa a falar sobre sua trajetória de vida. Para reforçar seu depoimento, são intercaladas imagens pessoais e depoimentos de pessoas próximas, como o da mãe, o de uma amiga de infância e também da cozinheira de Câmara.

Já Armando Monteiro optou por mostrar sua trajetória política e fez questão de associá-la ao ex-presidente Lula (PT).  A única menção que o petebista fez ao ex-governador foi quando falou sobre sua eleição ao Senado, em 2010, época em que era aliado de Campos. Durante o guia, o petebista afirmou que, se eleito, vai dar ênfase à educação, afirmando que ela é “a locomotiva do conhecimento”.

O candidato da coligação Pernambuco Vais Mais longe também se autointitulou o “político da nova geração”, que está atento às necessidades do estado. Em seu depoimento, o petebista elencou características que, na avaliação dele, o faz ”o candidato mais capacitado” para governar o estado. “Pernambucanos querem novas conquistas e a superação de velhas barreiras”, afirmou.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.