• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Nanicos » Pastor Everaldo e Mauro Iasi fazem campanha em Brasília e Teresina

Agência Brasil

Publicação: 22/08/2014 22:05 Atualização:

Os candidatos à Presidência da República, Pastor Everaldo (PSC), e Mauro Iasi (PCB) fizeram campanha hoje (22) em Brasília e Teresina, respectivamente.

Pastor Everaldo começou o dia na Rodoviária do Plano Piloto, onde fez corpo a corpo com a população acompanhado de candidatos a deputado distrital e federal da cidade. Ele também aproveitou para criticar proposta do Conselho Nacional de Políticas Antidrogas (Conad) de publicar uma portaria que proíbe entidades que prestam assistência a usuários de drogas de incluírem religiões nos tratamentos, conforme foi noticiado pela imprensa.

"Essas pessoas são acolhidas com amor, com dedicação, com carinho, sem ônus para o Poder Público, com recursos próprios essas entidades fazem isso. E aí querem proibir a liberdade de expressão, de culto, é uma atrocidade, inconstitucional. Então, nós estamos entrando com uma representação contra essa resolução se for efetivada”, disse o candidato.

O candidato também foi para a Ceilândia, cidade satélite de Brasília, onde fez uma caminhada com correligionários e feirantes em torno da principal feira da cidade.

Já Mauro Iasi passou o dia em Teresina, onde compareceu a diversos compromissos de campanha. O candidato inaugurou comitê de campanha no centro da capital piauiense e seguiu para um acampamento de trabalhadores sem-terra do movimento Resistência Camponesa. À tarde, o candidato fez uma caminhada no bairro São Joaquim com correligionários e eleitores.

Mauro Iasi participa na noite de hoje debate com trabalhadores no Sindicato dos Trabalhadores dos Correios.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.