• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições » Paulo Câmara promete contratar 1,5 mil médicos

Diario de Pernambuco

Publicação: 21/08/2014 20:00 Atualização:

Em entrevista concedida ao programa NETV, da Rede Globo Nordeste, na noite desta quinta-feira (21), o candidato ao governo do estado pela Frente Popular, Paulo Câmara (PSB), fez promessas de incrementar a rede de saúde do estado com a contratação de 5 mil profissionais de saúde, entre eles 1,5 mil médicos. Segundo o socialista, o anúncio faz parte do programa de governo, que será lançado em alguns dias.  

"Nós temos no nosso programa de governo a possibilidade de contratar 5 mil profissionais de saúde, entre eles 1,5 mil médicos, justamente para complementar os quadros que faltam nos hospitais e também complementar a nova rede que nós estamos fazendo. Nós vamos construir quatro novos hospitais, vamos reformar dois outros: o Hospital do Idoso, em Areias, e o Hospital da Mulher, em Serra Talhada. Também vamos ter a oportunidade de ter aqui na RMR um Hospital de Cirurgia, para fazer intervenções programadas e também para desafogar as emergências dos grandes hospitais", assegurou.

Paulo também disse que prezará pela humanização na rede de saúde e pela interiorização dos atendimentos. "Vamos complementar a rede de alta complexidade, vamos fazer novos hospitais no interior do estado, vamos complementar a rede de UPAs-especialidade e vamos fazer com que nossa saúde seja mais humanizada, com mais cirurgias, com mais consultas, com mais exames para toda nossa população. Nossa intenção é interiorizar e fazer com que os grandes hospitais da Região Metropolitana estejam, cada vez mais, servindo melhor e que no interior também haja o serviço necessário para a população", ponderou.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.