• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Acidente » Empresários pernambucanos estavam pagando prestações pelo avião de Eduardo

Diario de Pernambuco

Publicação: 21/08/2014 12:53 Atualização: 21/08/2014 15:33

Antes do acidente aéreo que vitimou o ex-governador Eduardo Campos, na última quarta-feira, 13 de agosto, um grupo de empresários pernambucanos estava comprando a aeronave. A revelação esclarece um mistério, segundo a coluna de Mônica Bergamo, da Folha de São Paulo. Desde a tragédia, que aconteceu em Santos, em São Paulo, o nome do operador do avião era desconhecido. A Agência Nacional de Aviação Civil precisou abrir investigação para descobrir o verdadeiro dono da aeronave.

De acordo com as informações, o avião, de prefixo PR-AFA, está em nome Cessna Fiance Export Corporation, mas era operado pelo grupo Andrade, do setor sucroalcooleiro, em Ribeirão Preto (SP). O jatinho foi colocado à venda por US$ 7 milhões e o empresário pernambucano João Carlos Pessoa de Melo assinou, em maio, o compromisso de comprar a aeronave. Para isso, procurou a corretora que representava a Andrade.

Outra empresa, ao mesmo tempo, a Bandeirantes Companhia de Pneus, assumiu o leasing frente à Cessna. Inclusive, oito prestações já tinham sido pagas pelo grupo de empresários e o valor seria abatido no final da operação de compra e venda.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.