• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Campanha » Com confirmação de Marina, integrantes da Rede ocupam espaços do PSB Nomes ligados a Marina viram protagonistas na campanha. Ela, entretanto, rechaça desconforto com antigos aliados de Campos

Naira Trindade - Correio Braziliense

Paulo de Tarso Lyra

Publicação: 21/08/2014 09:17 Atualização: 21/08/2014 15:15

A confirmação do nome de Marina Silva como candidata à Presidência da República levou integrantes da Rede Sustentabilidade a ocuparem espaços do PSB na campanha. Depois de seis horas reunida com integrantes do PSB e da Rede, a candidata conseguiu emplacar nomes de confiança para as áreas estratégicas da equipe montada anteriormente por Eduardo Campos.

A partir de agora, é o assessor pessoal de Marina, o deputado Walter Feldman (PSB-SP), quem vai cuidar da coordenação executiva da campanha, ao lado do secretário-geral do PSB, Carlos Siqueira, que era o nome escolhido pelo Eduardo havia pelo menos seis meses. Outro aliado da ex-senadora, Bazileu Margarido dividirá a coordenação do comitê financeiro da campanha ao lado do economista Henrique Costa, amigo de faculdade do pernambucano morto em acidente aéreo na quarta da semana passada.

Segundo Marina, a entrada de Bazileu na coordenação financeira é uma exigência da legislação por conta da troca de candidatos. “E também aproveitamos para agregar o Walter ao comando da campanha”, disse Marina. “Mas já vínhamos adotando uma prática de termos coordenações conjuntas com um representante da Rede e outro do PSB”, completou. “Eu vou cuidar do comitê financeiro, e o Henrique Costa vai para o comitê de arrecadação”, explicou Bazileu, ontem, na cerimônia que oficializou Marina. Bazileu está com Marina desde a época do Ministério do Meio Ambiente, onde foi presidente do Ibama. Ele estava como coordenador-geral da campanha de Marina ainda como vice.

A coordenação do programa de governo continua nas mãos da socióloga Neca Setúbal, que dividirá a função com o ex-deputado federal Maurício Rands (PSB-PE). Ambos já assinam o programa de governo apresentado pelo pernambucano no início da corrida eleitoral. Mas, agora, a herdeira do Itaú vai ganhar mais visibilidade na campanha. Neca é vista como fada madrinha da ex-senadora. Ela foi uma das financiadoras de Marina em 2010, quando a candidata ainda era ligada ao Partido Verde.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.