• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Guia » Homenagens a Eduardo Campos marcam horário eleitoral na BA e CE

Agência Estado

Publicação: 20/08/2014 18:14 Atualização:

O primeiro dia da propaganda eleitoral televisiva dos candidatos a governador da Bahia foi marcado pelas homenagens ao ex-governador pernambucano e candidato do PSB à Presidência Eduardo Campos, morto em um acidente aéreo no último dia 13, em Santos (SP). As três principais candidaturas no Estado, a do governista Rui Costa (PT), a do ex-governador Paulo Souto (DEM) e a da senadora Lídice da Mata, do mesmo partido de Campos (PSB) citaram a perda do político.

PT e DEM optaram por abrir seus programas com a homenagem, de forma similar - com uma foto em preto e branco de Campos e uma mensagem escrita. Na propaganda de Costa, a primeira a ser exibida, a mensagem dizia "Em memória de Eduardo Campos, um brasileiro que sempre lutou por melhorias para seu povo". Na de Souto, o texto reforçava que "o Brasil perdeu um grande líder".

Já a campanha de Lídice usou todo o tempo da inserção, de menos de 2 minutos, para lembrar do ex-governador de Pernambuco. A exibição começou mostrando Campos recebendo uma camisa do Bahia no dia 10, data de seu aniversário, agradecendo a Lídice e ao povo baiano e dando um testemunho em favor da candidata. Em seguida, Lídice deu depoimento, afirmando que Campos era "um amigo (pessoal) e um amigo da Bahia" e que seu governo em Pernambuco foi "o melhor do Brasil" e "uma inspiração". O testemunho foi concluído com Lídice repetindo o lema adotado pelos partidários após a morte do político. "Pode ficar certo de uma coisa, Eduardo: nós não vamos desistir do Brasil", disse.

No Ceará, três dos quatro candidatos ao governo do Ceará dedicaram o primeiro programa político na TV a Eduardo Campos. Eunício Oliveira (PMDB), que lidera as pesquisas de intenção de votos, optou por mostrar sua biografia, na qual destacou ter sido ministro das Comunicações na primeira gestão do ex-presidente Lula. Ele encerrou o programa com uma foto de Eduardo Campos. A candidata do PSB, Eliane Novais, repetiu o vídeo com o repente que narrava a trajetória política do ex-governador de Pernambuco.

Já Camilo Santana (PT) abriu dedicando o programa à memória do presidenciável morto e apresentou-se como "o candidato a governador que tem o apoio da presidenta Dilma e do ex-presidente Lula". Ele citou Dilma outras duas vezes, lembrando que, como secretário das Cidades no governo de Cid Gomes, ajudou a implantar, no Ceará, o Minha Casa, Minha Vida.

Dilma foi citada ainda pelos candidatos a deputado estadual da coligação que apoia Camilo.

Eduardo Campos também foi homenageado nos programas de Mauro Filho (Pros) e Geovana Cartaxo (PSB), candidatos ao Senado. O candidato a presidente Aécio Neves não foi citado por ninguém. O tucano aparece, ao lado de Tasso Jereissati, apenas na imagem de fundo dos candidatos a deputado estadual pelo PSDB, que, no Ceará, está coligado com o PMDB.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.