• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições » Armando Monteiro retoma campanha em Jaboatão

Júlia Schiaffarino

Publicação: 20/08/2014 15:08 Atualização: 20/08/2014 16:08

Foto: Julia Schiaffarino/DP/D.A Press
Foto: Julia Schiaffarino/DP/D.A Press

A campanha foi retomada pelo candidato ao governo de Pernambuco Armando Monteiro Neto (PTB). Após sete dias parado, devido ao falecimento do ex-presidenciável Eduardo Campos, ele caminhou por mais de duas horas pela feira e mercado público de Cavaleiro, em Jaboatão dos Guararapes. “Vamos retomar todas as atividades previstas, sobretudo as de rua. Vamos continuar. Agora a campanha é retomada e vamos cumprir o nosso papel de promover um debate sobre o futuro de Pernambuco. Sobre o que Pernambuco espera e o que cada um dos candidatos pode apresentar”, disse.

Em todo o percurso, eram muitos os militantes vestidos de azul, a cor do partido, estendendo bandeiras ou colando adesivos. O percurso só foi atrapalhado pela chuva que se prologou durante a manhã. Armando fez questão de falar com todos e não foi vista nenhuma demonstração de hostilidade por parte dos populares, devido ao fato dele ser adversário do candidato apoiado por Eduardo Campos, isto é, Paulo Câmara (PSB). Ao invés disso, poucas pessoas demonstraram saber a diferença entre Armando e Câmara.

“Não sei quem é o candidato que Eduardo apoiava. Acho que vou votar nele, mas não sei quem é. Armando eu sei que foi presidente de uma confederação, mas não sei se ele era o candidato de Eduardo. Era?”, comentou o encanador Veldon Alves que fazia compras no mercado público, quando o candidato discursava. Para a feirante Maria José, o falecimento de Eduardo Campos mexe apenas com o voto dela para presidente. “Ia votar nele. Agora não sei mais. Para governo, ainda não decidi. A gente não discute muito política por aqui”, falou.

Funcionária de um mercado próximo ao pátio da feira, Patrícia Vicência da Silva, também afirmou que a família dela votaria em Armando Monteiro, mas ela ainda estava indecisa. “Não tenho muito tempo para ver televisão. Ainda não sei como vou decidir meu candidato”, observou, afirmando não saber se ele era do grupo de Eduardo Campos ou adversário. Nas ruas próximas à feira, eram várias as bandeiras de Paulo Câmara e em diversas ruas de Jaboatão, proliferavam cavaletes com a imagem do candidato socialialista ao lado de Eduardo Campos.

Discurso e uso de imagem
O discurso de Armando Monteiro esteve focado na falta de estrura do Mercado Público de Cavaleiro. “A prefeitura tem mantido esforços, mas essa parceria tem uma parcela de participação importante de recursos do governo estadual que dizem que está atrasado”, alfinetou. Com isso, prometeu solucionar esse problema, caso eleito.

O candidato não falou no nome de Eduardo Campos durante o discurso. Ao fim, indagado pelos jornalistas sobre a ação movida pela família do político, proibindo o petebista de usar a imagem de Eduardo Campos, respondeu que o ex-governador era uma pessoa pública. “O governador é uma figura pública, teve uma trajetória, portanto a imagem dele, de quem tem a trajetória dele, como a de Lula, são figuras públicas. A única coisa que lhe digo é que hoje estaremos homenageando a ele no guia eleitoral”.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.