• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Cerimônia » Igreja de Casa Forte lotada para missa de Eduardo População acompanhou em cadeiras e telão do lado de fora. Políticos locais e nacionais compareceram para cumprimentar a família.

Larissa Rodrigues - Diario de Pernambuco

Publicação: 19/08/2014 23:04 Atualização: 20/08/2014 09:11

Foto: Roberto Ramos/DP/D.A Press
Foto: Roberto Ramos/DP/D.A Press
A Igreja de Casa Forte, na Zona Norte do Recife, ficou lotada, na noite desta terça-feira (19), para a missa de sétimo dia do ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos. Do lado de fora foi montada uma estrutura com telão e cadeiras para que a população pudesse assistir à cerimônia religiosa. Políticos locais e nacionais comparecerem ao local para cumprimentar a família de Eduardo. A mãe do ex-governador, a ministra do Tribunal de Contas da União Ana Arraes, permaneceu durante toda a missa ao lado da nora, Renata Campos, e dos cinco netos. As duas apresentaram expressões de serenidade na solenidade.

Os filhos do ex-governador leram textos bíblicos durante a missa, que foi presidida pelo arcebispo de Olinda e Recife, Dom Fernando Saburido, com o pároco Edvaldo Gomes, o monsenhor Romeu da Fonte e o vigário Deyvison Soares.

Entre os políticos presentes, estavam o candidato a governador de Pernambuco pela Frente Popular, Paulo Câmara (PSB), seu candidato a vice, Raul Henry (PSB), o governador João Lyra (PSB), o prefeito do Recife, Geraldo Julio, e o candidato a vice-presidente da República na chapa de Marina Silva, o deputado federal Beto Albuquerque (PSB-RS).

"Viemos a Pernambuco honrar a memória de Eduardo junto com a sua família, amigos e conterrâneos. Os bons não morrem, deixam exemplos a serem seguidos", afirmou Beto Albuquerque. Ele relatou que participou de um almoço, nesta terça, para o qual foi convidado por Renata Campos, Geraldo Julio, Paulo Câmara e Sileno Guedes (presidente do PSB estadual), onde foi comunicado que Renata Campos não integraria a chapa porque sua tarefa era outra.

"O diálogo com o partido em Pernambuco, a família, a dona Ana (Arraes), entendeu que a melhor composição recomendada para a executiva nacional, que se reúne nesta quarta, é de Marina presidente e eu como vice. Saio de Pernambuco com grande missão", completou. O prefeito Geraldo Julio declarou que o PSB estadual se sente contemplado com a medida e que o promeiro ato de campanha de Marina e Beto será no estado.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.