• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Luto » Alceu Valença, Petrúcio Amorim e Maciel Melo cantam no velório de Eduardo Campos Músicos pernambucanos cantaram, entre outras músicas, a canção "Madeira que cupim não rói", de autoria de Capiba

Diario de Pernambuco

Publicação: 17/08/2014 15:57 Atualização: 17/08/2014 16:15

Alceu Valença canta
Alceu Valença canta "Madeira que cupim não rói", de Capiba. Foto: Reprodução da TV

Antes do corpo do ex-governador Eduardo Campos (PSB) ser liberado para o cortejo fúnebre do Palácio do Campo das Princesas, onde está sendo velado desde a madrugada deste domingo (17), até o Cemitério de Santo Amaro, músicos prestam a última homenagem ao político. Alceu Valença, Petrúcio Amorim e Maciel Melo subiram ao palanque, montado em frente à Praça da República, munidos de violão e microfone, e cantaram, entre outras músicas, Madeira que cupim não rói, de autoria de Capiba. Valença fez, inclusive, um breve dicurso, no qual fez questão de ressaltar o lado alegre de Eduardo, no âmbito particular, e o político que ele foi, na esfera pública. À capela, a cantora Edilza cantou um trecho de Faz um milagre em mim, de Regis Danese.

Confira a cobertura completa da morte e do sepultamento de Eduardo Campos

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.