• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Homenagem » Geninha da Rosa Borges recita Cecília Meireles em missa de corpo presente Atriz pernambucana participou da cerimônia realizada na Praça da República na manhã deste domingo (17), a partir das 10h30

Diario de Pernambuco

Publicação: 17/08/2014 12:00 Atualização: 17/08/2014 16:05

A atriz pernambucana Geninha da Rosa Borges, de 92 anos, recitou o poema O último andar, da poetisa carioca Cecília Meireles, durante a missa de corpo presente de Eduardo Campos, Carlos Percol e Alexandre Severo.

Confira a cobertura completa sobre da morte e do sepultamento de Eduardo Campos

Ela prestou a homenagem antes dos ritos finais da cerimônia celebrada pelo diácono Aerton Carvalho e com pronunciamento do arcebispo de Olinda e Recife, dom Fernando Saburido. A missa campal, na Praça da República, em frente ao Palácio do Campo das Princesas, começou por volta das 10h30.

Leia o poema na íntegra:

"O último andar

último andar é mais bonito:
do último andar se vê o mar.
É lá que eu quero morar.

O último andar é muito longe:
custa-se muito a chegar.
Mas é lá que eu quero morar.

Todo o céu fica a noite inteira sobre o último andar.
É lá que eu quero morar.

Quando faz lua, no terraço fica todo o luar.
É lá que eu quero morar.

Os passarinhos lá se escondem, para ninguém os maltratar:
no último andar.

De lá se avista o mundo inteiro:
tudo parece perto, no ar.
É lá que eu quero morar
no último andar"

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.