• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições » Paulo Câmara segue passos de Geraldo Dois anos depois, candidato ao governo de Pernambuco pelo PSB, Paulo Câmara, segue à risca várias receitas de campanha do prefeito Geraldo Julio

Aline Moura - Diario de Pernambuco

Publicação: 10/07/2014 12:14 Atualização: 10/07/2014 12:29

Sem experiência em disputas políticas, o candidato ao governo pelo PSB, Paulo Câmara, está cumprindo o mesmo ritual de campanha do então candidato à Prefeitura do Recife, Geraldo Julio (PSB). Ontem, Paulo Câmara se reuniu com o movimento popular do Recife, no Baile Perfumado, e recebeu a “bênção” do ex-vereador Liberato Costa Júnior, que foi decano da Câmara do Recife, sendo a liderança de maior estrada do PMDB em Pernambuco. Até locais percorridos pelo candidato são os mesmos.

A decisão de seguir os passos de Geraldo Julio foi uma maneira encontrada pelo PSB de evitar riscos ao longo da jornada, que dessa vez não terá a presença física do ex-governador Eduardo Campos, presidenciável do PSB. Os socialistas explicam não haver necessidade de mudar o que vem dando certo.  Em 2012, Geraldo também reuniu os movimentos populares no Baile Perfumado e tomou um café regional com Liberato. Em outra oportunidade, como fez Paulo Câmara com os deputados e pretendentes à uma vaga na Assembleia Legislativa, Geraldo se reuniu com vereadores e candidatos para afinar o discurso.

Os aliados contam, em reserva, que a estrutura de campanha é menor que a de Geraldo Julio e lembram que a coordenação ainda está meio distante da base aliada, até mesmo pelo tamanho do estado. Mas ressaltam estar havendo ajustes, como ligações pessoais, pedindo que o vereador ou deputado compareça a determinado local para se encontrar com o candidato.  

Outro exemplo de mudança é a concentração da campanha de segunda a quinta-feira na Região Metropolitana do Recife, que tem o maior eleitorado de Pernambuco, cerca de 40%. Este, inclusive, foi um conselho reforçado ontem por Liberato Costa Júnior a Câmara.

Segundo uma liderança da base, Paulo Câmara tem a mesma facilidade de ouvir que Geraldo Julio. Esse aspecto, segundo esse interlocutor, é a maior vantagem dos neófitos na política. “Falando no aspecto pessoal, este é outro ponto semelhante ao de Geraldo. Ele é novato e escuta muito as pessoas. Não tem a arrogância dos mais experientes”, declarou um parlamentar, pedindo reserva.

No tocante às diferenças, elas são poucas mas também existem. Embora tenha feito mídia training como Geraldo, Paulo Câmara não precisou fazer mudanças na aparência. Geraldo Julio emagreceu e aposentou os óculos em 2012, como fez Dilma Rousseff em 2010, e deixou de passar gel nos cabelos.

O desafio do candidato do PSB para manter a fórmula infalível, contudo, é manter numa linha crescente na campanha, como aconteceu com Geraldo Julio. Paulo foi lançado como pré-candidato em fevereiro, há quatro meses, enquanto Geraldo Julio só foi avalizado em junho de 2012, um mês antes das eleições. Ele ainda é pouco conhecido e tem praticamente três meses para passar o senador Armando Monteiro Neto, hoje considerado favorito na disputa. 

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.