• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Busca pela reeleição » Dilma só vai ganhar a estrada no fim do mês Coordenadores estratégicos do PT também definiram que o partido custeará as viagens da presidente, quando as agendas administrativas e políticas coincidirem

Aline Moura - Diario de Pernambuco

Publicação: 09/07/2014 09:09 Atualização:

O PT decidiu se precaver nas viagens da presidente Dilma Rousseff (PT). Quando Dilma for cumprir agendas administrativas fora de Brasília e aproveitar para participar de eventos de campanha, que só começarão a partir da segunda quinzena de julho, a sigla vai custear as viagens. A decisão foi tomada numa reunião realizada no comitê de campanha, em Brasília, onde o PT também escolheu os coordenadores de cada estado. Em Pernambuco, quem ficará à frente do palanque dilmista é o líder do PT no Senado, Humberto Costa. O gesto objetiva evitar denúncias de uso da máquina.

A iniciativa de pagar as viagens de Dilma em agendas casadas foi tomada um dia depois de o PT publicar, em sua página oficial do Facebook, que a presidente faria um bate-papo com internautas sobre a Copa naquele espaço virtual petista. Momentos depois, o anúncio foi retirado do ar e a presidente conversou com os eleitores do ciberespaço como presidente, na página do Palácio do Planalto.

"Toda agenda de presidente que for casada com uma atividade de campanha vai ser bancada pelo partido. Foram feitas orientações de preocupação com essa questão jurídica, para não dar brechas a questionamentos do TSE", disse Humberto após sair do encontro, realizado ontem. O presidente nacional do PT, Rui Falcão, que coordenou a reunião, reforçou o cuidado que o partido terá ao longo da campanha. "Diferente da campanha passada, em que ela (Dilma) era só candidata, agora ela é presidente e candidata. E é vital que ela continue a dirigir o país", disse.

Humberto Costa informou, ainda, que a campanha de rua da presidente só deve começar a partir do dia 19 de julho, após o encerramento da reunião da cúpula dos Brics, que reúne representantes do Brasil, da Rússia, da Índia e da China. O encontro vai de 15 a 16 de julho, em Fortaleza (CE). Segundo o senador, a reunião contou com a presença de representantes de dois estados do Nordeste, Pernambuco e Bahia, além de todos os estados do Centro-Oeste e do Norte do país. "Não houve um motivo específico para reunir Pernambuco e Bahia", declarou o senador.

Ainda de acordo com Humberto Costa, os coordenadores dos estados decidiram que, na próxima reunião, vão levar sugestões de agendas políticas e datas para que Dilma e o ex-presidente Lula possam montar um cronograma de viagens levando em consideração suas prioridades.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.