• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Campanhas para governador de Pernambuco terão gastos de R$ 49,5 milhões

Rosália Rangel

Tércio Amaral

Publicação: 06/07/2014 12:04 Atualização:

Os dois principais concorrentes ao governo do estado, o ex-secretário da Fazenda Paulo Câmara (PSB) e o senador Armando Monteiro Filho (PTB), deixaram para o último dia a oficialização do registro de suas respectivas candidaturas no Tribunal Regional Eleitoral (TRE). A previsão de gastos da campanha socialista ficou em torno de R$ 19,5 milhões, enquanto a de Armando foi calculada em R$ 30 milhões. Os números divulgados ontem, no entanto, não representam o valor real da campanha porque funcionam como uma espécie de teto. Os candidatos podem gastar, eventualmente, menos que apresentado ao tribunal.

A entrega da documentação acabou servindo como mais um ato para marcar presença na véspera do início oficial da campanha, hoje. Paulo Câmara chegou à recepção do TRE, na Avenida Agamenon Magalhães, por volta das 12h30, acompanhado dos candidatos a vice, Raul Henry (PMDB), e ao Senado, Fernando Bezerra Coelho (PSB). Eles foram recebidos pelo presidente interino do TRE, desembargador Fausto Campos.

No final do encontro, o candidato disse que não sabia com exatidão o valor dos bens pessoais, mas que seria menos de R$ 500 mil. "Tenho um apartamento desde 2004, um flat, que divido com um amigo, e um carro semi-novo. Meu patrimônio é compatível com a minha renda e da minha mulher", disse.

Armando Monteiro Neto que, inicialmente, não havia programado sua ida ao TRE resolveu também convocar os companheiros de chapa para acompanhar pessoalmente o registro oficial das candidaturas. Ele chegou ao TRE às 17h, ao lado de Paulo Rubem Santigo (PDT), candidato a vice, e João Paulo (PT), que vai disputar o Senado.

Armando Monteiro afirmou que os gastos de campanha foram calculados com base na eleição de 2010. "No pleito passado, o limite de gasto (para campanha ao governo) era de R$ 20 milhões. Então, considerando o efeito inflacionário do período e com perspectiva de ampliar a captação, nós colocamos esse limite. Não sei se alcançaremos", disse.

Ontem, José Gomes (Psol) e Miguel Anacleto (PCB) também registraram as candidaturas ao governo do estado. O candidato do PSTU, Jair Pedro registrou a candidatura, na última quarta-feira.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.