• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Presidente » Dilma envia cartas de apoio a Neymar e à seleção "Sua face de dor, ontem no gramado do Castelão, feriu meu coração e o de todos os brasileiros e brasileiras", escreveu a presidente ao atacante Neymar

AE

Publicação: 05/07/2014 11:55 Atualização:

Jogadores da Seleção Brasileira se encontram com a Dilma Rousseff em Brasília. Foto: Portal da COpa.gov.com/Reprodução
Jogadores da Seleção Brasileira se encontram com a Dilma Rousseff em Brasília. Foto: Portal da COpa.gov.com/Reprodução


A presidente Dilma Rousseff enviou neste sábado (5) uma carta à seleção brasileira de futebol e outra diretamente dirigida a Neymar, jogador que foi contundido no jogo de sexta-feira (4) contra a Colômbia e está fora da Copa do Mundo. "Sua face de dor, ontem no gramado do Castelão, feriu meu coração e o de todos os brasileiros e brasileiras", escreveu a presidente ao atacante.

Dilma destacou a força do jogador, descrito por ela como "grande guerreiro que não se deixa abater". Para a presidente, mesmo com a saída precoce do campeonato, Neymar deixou uma marca insuperável na "batalha vitoriosa" da seleção.

"Sei que como todo brasileiro você não desiste nunca e, mais rápido do que se imagina, estará de volta, enchendo nossa alma de alegria e nossa história de sucessos", disse.

No documento enviado aos outros jogadores da seleção e à comissão técnica, Dilma afirmou que a capacidade de superação do elenco vai ajudar a compensar o desfalque causado pela contusão de Neymar. "Todo o Brasil já se sente vitorioso, porque além de estarmos realizando a Copa das Copas, temos a mais linda e aguerrida seleção da disputa", escreveu. "Avante, porque o principal já foi feito! Sua fã número um, Dilma Rousseff", finaliza a presidente.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.