• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Disputa presidencial » PSB fecha leque de alianças para dar sustentação à candidatura de Eduardo Campos

Rosália Rangel

Publicação: 01/07/2014 18:48 Atualização: 01/07/2014 18:53

O PSB fechou o leque de alianças para dar sustentação à candidatura do ex-governador Eduardo Campos à Presidência da República. Na última segunda-feira (30), os socialistas conseguiram resolver as últimas pendências nos estados onde ainda existiam dúvidas sobre coligações com outros partidos. No final do prazo para realização das convenções, o PSB também decidiu trocar de candidato, a exemplo do que ocorreu no Ceará, onde Nicolle Barbosa (PSB) foi substituída por Eliane Novaes (PSB).

Já em Santa Catarina, o PSB desistiu de apoiar o projeto de reeleição do governador Raimundo Colombo (PSD), optando por Paulo Bauer (PSDB) para o governo do estado. Na composição da chapa, os socialistas indicaram o deputado federal Paulo Bornhausen (PSB) para disputar o Senado.

No estado de Sergipe, o partido confirmou o apoio ao governador Jackson Barreto (PMDB), que vai tentar a reeleição. O mesmo ocorreu no Pará, onde os socialistas decidiram fechar com a candidatura à reeleição do governador Simão Jatene (PSDB) e no Tocantins com Sandoval Cardoso (SDD). No Mato Grosso do Sul, a sigla vai compor o palanque de Nelsinho Trad (PMDB), indicando a pastora Janete Moraes (PSB) para vice.

Em alguns locais, os socialistas têm até o próximo sábado (5), quando termina o prazo para o registro dos candidatos na Justiça Eleitoral, para definir nomes para a composição da chapa majoritária.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.