• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Crime » Polícia prende mais dois suspeitos de matar ex-agente da ditadura

Agência Brasil

Publicação: 30/06/2014 15:53 Atualização:

A Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense prendeu hoje (30) mais dois suspeitos de matar o coronel reformado do Exército Paulo Malhães. Maicon José Cândido e Alex Sandro de Lima foram presos em Santa Cruz, na zona oeste da cidade do Rio de Janeiro. Contra eles havia mandados de prisão expedidos pela Justiça.

A Polícia Civil informou que a Divisão de Homicídios da Baixada Fluminense concluiu o inquérito sobre a morte do coronel reformado. Três suspeitos de matar o ex-militar já tinham sido presos, o caseiro do sítio de Malhães, Rogério Pires, e seus irmãos Rodrigo e Anderson.

Paulo Malhães, de 76 anos, foi encontrado morto na manhã do dia 25 de abril, em seu sítio na zona rural de Nova Iguaçu, na Baixada Fluminense. A polícia acredita que Malhães tenha sido morto durante um assalto à residência.

O ex-militar era agente do Centro de Informações do Exército (CEI), durante o regime militar (1964-1985), e prestou depoimento em março deste ano à Comissão Nacional da Verdade. No depoimento, ele admitiu ter torturado, matado e ocultado cadáveres de presos políticos durante a ditadura.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.