• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Relocação » Governo de Pernambuco extingue secretaria, mas mantém funcionários comissionados

Tércio Amaral

Publicação: 30/06/2014 10:12 Atualização: 30/06/2014 16:13

O governador de Pernambuco, João Lyra Neto (PSB), manteve a decisão do ex-governador Eduardo Campos, também do mesmo partido, em extinguir a Secretaria Extraordinária da Copa, mas manterá os funcionários comissionados da pasta no governo socialista. Ou seja, não haverá economia no erário público com término das atividades da secretaria. Cerca de 44 funcionários, que não estão identificados, devem ser deslocados para a Secretaria da Casa Civil. As informações são do Diário Oficial do Estado deste sábado (28).

A Secretaria Extraordinária da Copa será extinta no dia 31 de julho. O decreto trata da transferência dos funcionários comissionados, que não são concursados, para o dia 30 de julho para a nova "missão" no governo. Em outras palavras, eles manterão seus respectivos empregos um dia antes da extinção da pasta. Antes de sair do governo para ser candidato à Presidência da República, Eduardo Campos promoveu uma “reforma” nas secretarias do estado para diminuir os gastos com a máquina pública, anunciando, entre outros pontos, o fim dos trabalhos da Secretaria da Copa.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.