• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições 2014 » Convenção do "Imposto Único" não terá a presença de Eduardo Campos

Tércio Amaral

Publicação: 29/06/2014 10:17 Atualização:

A convenção que vai homologar a coligação Juntos pelo Imposto Único, composta pelo PSL, PRP, PHS, PTN, PSDC e PRTB, que formará uma chapa para a eleição de deputados federais, não terá a presença do ex-governador Eduardo Campos (PSB), que é candidato à Presidência da República. O socialista cancelou a participação por conta de outros compromissos na agenda. O encontro acontece neste domingo (29), no Clube Internacional, no Recife, das 9h às 17h.

A coligação aguarda ainda a confirmação do candidato do PSB ao governo de Pernambuco, o ex-secretário Paulo Câmara, que se encontra em Brasília e poderá chegar ao Internacional por volta das 16h. Além dos partidos na coligação para deputado federal, o grupo conta com o PV, PPS e SDD, em outra aliança, para concorrer à Assembleia Legislativa de Pernambuco.

O Imposto Único, adotado como slogan da coligação, vem sendo defendido há muito tempo pelo presidente nacional do PSL e pré-candidato a deputado federal, Luciano Bivar. Quando exerceu mandato de deputado federal, entre 1999 e 2003, ele apresentou Proposta de Emenda à Constituição para que fosse criado o imposto único, em substituição a outros tributos federais.

Entre os argumentos em defesa dessa modificação, estão a de simplificar o sistema tributário, proporcionar a redução da carga tributária, evitar a sonegação, contribuir para  maior produtividade das empresas e aliviar a excessiva incidência sobre os assalariados.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.