• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Aliança com o PP » Para Paulo Câmara, Severino Cavalcanti não é "uma raposa"

Ana Luiza Machado

Publicação: 27/06/2014 17:39 Atualização: 27/06/2014 19:29

Foto: Paulo Paiva/DP/D.A Pres
Foto: Paulo Paiva/DP/D.A Pres
O candidato ao governo do estado pelo PSB, Paulo Câmara, disse não considerar o ex-deputado Severino Cavalcanti (PP), conhecido pelo escândalo do mensalinho quando era presidente da Cãmara federal, "uma raposa". "Eu não considero o ex-deputado Severino uma raposa. Nós fazemos a nova política, a política que tem responsabilidade, que tem transparência, que utiliza bem os recursos e as pessoas que estão nos apoiando reconhecem isso", declarou nesta sexta-feira (27) no evento de apoio do PP à sua candidatura.

O Partido Progressista é o 20º partido a compor a Frente Popular aliados ao socilaista. Nacionalmente, no entanto, o PP não está aliado ao presidenciável Eduardo Campos (PSB), a legenda reforça o palanque da candidata a reeleição Dilma Rousseff (PT). "Ouvimos a maioria dos diretórios e a ampla maioria decidiu por apoiar Paulo Câmara em uma decisão coerente, onde o partido faz parte da base do governo da Frente Popular desde 2006", afirmou o presidente estadual do PP, Eduardo da Fonte.

Ao lado de Paulo Câmara, Eduardo da Fonte disse não considerar incoerência política divergir da decisão nacional. "Incoerência seria mudar o projeto político do partido no segundo tempo", opinou Eduardo da Fonte. Para Paulo Câmara o apoio do PP é importante. "Vamos fazer a maior frente política já constituída em torno de um candidato ao governo e ao senado também. Pernambuco está unido em torno da nossa candidatura".

Informações da repórter Julia Schiaffarino, do Diario de Pernambuco
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.