• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Agenda em São Paulo » Dilma: lei permite contratação da Petrobras diretamente

AE

Publicação: 26/06/2014 14:43 Atualização: 26/06/2014 15:51

Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de anúncio de investimentos do PAC2 Mobilidade Urbana para a região metropolitana da Baixada Santista. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
Presidenta Dilma Rousseff durante cerimônia de anúncio de investimentos do PAC2 Mobilidade Urbana para a região metropolitana da Baixada Santista. Foto: Roberto Stuckert Filho/PR
A presidente Dilma Rousseff aproveitou seu discurso nesta quinta-feira, 26, na cidade de Santos para defender novamente a recente entrega de áreas do pré-sal para a Petrobras sem licitação. "Lançamos anteontem uma nova chamada para a exploração do pré-sal", disse. "A lei de partilha permite à União contratar a Petrobras diretamente para explorar o pré-sal" completou, durante cerimônia de anúncio de investimentos do PAC 2 Mobilidade Urbana para a Baixada Santista, realizada em Santos (SP).

Dilma disse que a Petrobras foi contratada para explorar de 10 a 14 bilhões de barris de óleo equivalente. "Isto é maior do que o Campo de Libra", disse. A presidente afirmou que a expectativa, com isso, é de que a renda do petróleo comece a entrar a partir de 2017 e 2018, com a destinação dos royalties e excedente em óleo para a educação e saúde.

"Para ter ideia, somando os royalties e esse excedente em óleo, o total é igual a R$ 626 bilhões, só nesses 10 a 14 (bilhões de barris)", disse Dilma. "A previsão é de que faça um nível alto de investimento em educação e saúde a partir de 2017, 2018."

Copa Padrão Brasil

A presidente finalizou seu discurso falando sobre a Copa do Mundo e aproveitou para dizer que o País está fazendo um evento no "padrão Brasil" - em referência ao bordão utilizado durante os protestos contra a Copa, que pediam serviços públicos no "padrão Fifa". "A Copa tem de ser um orgulho para nós, porque o Brasil e povo brasileiro estão demonstrando que nós somos capazes, fora do campo e dentro do campo, de fazer uma Copa como se deve fazer, no padrão Brasil", disse. Ela ressaltou que os brasileiros são receptivos e tratam os visitantes com muita "afetividade".

Ela também enalteceu o que chamou de "Copa da Celac", em referência à Comunidade dos Estados Latino-americanos e Caribenhos. "São todos os países do México até a Patagônia. A quantidade de latino-americanos que têm chances e bons times nessa Copa é muito grande", disse.

Mais cedo, Dilma esteve na capital paulista onde anunciou investimentos para mobilidade urbana e obras contra enchente na região metropolitana de São Paulo. Ainda nesta quinta-feira, ela retorna para Brasília e participa da cerimônia de posse dos novos ministros dos Transportes, Paulo Sérgio Passos, e da Secretaria dos Portos, César Borges.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.