• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

CPI da Petrobras » Custo da Abreu e Lima é diferenciado, diz Gabrielli

Agência Estado

Publicação: 25/06/2014 16:13 Atualização:

O ex-presidente da Petrobras José Sérgio Gabrielli afirmou na tarde desta quarta-feira (25), em depoimento na CPI mista da Petrobras, que o preço da Refinaria Abreu e Lima está ligado à complexidade da obra. Segundo ele, a refinaria vai custar US$ 87 mil por barril, enquanto o investimento da refinaria de Pasadena no Texas (EUA), está em cerca de US$ 5,5 mil por barril.

Gabrielli exemplificou que a refinaria, que começará a operar no final do ano, vai produzir diesel de altíssima qualidade. O ex-presidente defendeu também a elevação dos preços das ações da Petrobras-FGTS. Segundo ele, desde o ano de 2000, quando os trabalhadores fizeram as primeiras aquisições, as ações valorizaram 412%, mesmo com toda a queda registrada este ano. Ele observou que a valorização do FGTS no período foi de 90%.

Licitações
Durante o depoimento, Gabrielli preferiu não comentar a decisão do Palácio do Planalto de eliminar a licitação de quatro campos do pré-sal e concedê-los diretamente para exploração da estatal. Com a operação, a Petrobras ganhará reservas adicionais de petróleo, mas terá de fazer um desembolso bilionário para o caixa do governo. "Prefiro não comentar porque não sei dos detalhes", afirmou ele, em depoimento à CPI mista da Petrobrás. Contudo, Gabrielli observou que a contratação direta é parte do novo marco brasileiro de exploração do petróleo, que foi aprovado pelo Congresso Nacional.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.