• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições 2014 » Paulo Câmara lamenta decisão do PDT em apoiar Armando Monteiro Neto

Tércio Amaral

Publicação: 25/06/2014 12:13 Atualização: 25/06/2014 15:08

Foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press/Arquivo
Foto: Paulo Paiva/DP/D.A Press/Arquivo

O ex-secretário da Fazenda e candidato ao governo de Pernambuco, Paulo Câmara (PSB), lamentou a decisão da Executiva Nacional do PDT em apoiar à candidatura do senador Armando Monteiro Neto (PTB). O presidente nacional do PDT, Carlos Lupi, confirmou a aliança nesta segunda-feira (23) e disse que indicaria o vice na composição. “A gente lamenta porque o PDT está com a Frente Popular desde de 1986. E todos nós sabemos a importância que José Queiroz, presidente estadual do PDT, tem para o PDT de Pernambuco”, comentou Câmara.

“O PDT era muito importante na nossa união por tudo que ele já construiu junto com a Frente Popular de Pernambuco. Mas a gente tem que respeitar. Vamos para as eleições sabendo que tem uma parte pequena do PDT não nos apoiando, mas vamos respeitar a decisão de Carlos Lupi sabendo que a maioria do partido vai ficar com a gente”, completou o candidato socialista, logo depois de participar de um encontro, na manhã desta quarta-feira (25), com o arcebispo de Olinda e Recife, d. Fernando Saburido.

Paulo Câmara também disse que, depois da decisão de Lupi, encontro em contato com o prefeito de Caruaru, José Queiroz, e com o presidente da Assembleia Legislativa de Pernambuco, o deputado Guilherme Uchôa, ambos do PDT. Os dois eram favoráveis à aliança com o PSB. “Nós já conversamos com eles (depois da decisão de Lupi). O apoio é nosso. Vão nos apoiar, vão pedir votos para Paulo Câmara, Fernando Bezerra e Eduardo Campos. Então, quanto a questão eleitoral, a gente está tranquilo”.

Na última semana, Paulo Câmara e o ex-ministro Fernando Bezerra Coelho (PSB), este último candidato ao Senado, foram ao Rio de Janeiro para tentar convencer Lupi para apoiar o palanque socialista. O encontro foi na última quinta-feira (19), no mesmo dia em que o trabalhista ligou para Armando para declarar apoio. A reunião com os socialistas não surtiu efeito. Lupi deve coordenar pessoalmente a convenção do PDT, no próximo dia 29, em Caruaru, e declarar apoio a Armando Monteiro Neto.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.