• (1) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Arrumação de palanque » Governador do Piauí rompe com Dilma e fecha com Aécio

Agência Estado

Publicação: 24/06/2014 15:47 Atualização:

O governador do Piauí, Antônio José Moraes Souza, conhecido como Zé Filho (PMDB), reuniu os representantes de 18 partidos que dão sustentação política a seu governo para lançar a chapa de reeleição ao lado do ex-prefeito de Teresina Silvio Mendes (PSDB), candidato a vice-governador, e do ex-governador Wilson Martins (PSB), candidato a senador. Zé Filho confirmou o rompimento com o governo Dilma Rousseff (PT) e declarou apoio à candidatura do presidenciável tucano Aécio Neves.

Na reunião, que aconteceu nesta terça-feira, 24, na sede do PMDB foi anunciada a perspectiva deste grupo político de eleger 20 dos 30 deputados estaduais e sete dos dez deputados federais do Estado além dos candidatos ao governo do Estado e ao Senado. Zé Filho disse que ainda trabalha para aproximar mais dois partidos desta coligação. O grupo tira o palanque de Dilma e abre para Aécio, deixando espaço ainda para o ex-governador de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). Tanto o PSDB, quanto o PSB confirmaram a presença dos dois presidenciáveis na convenção do grupo, que será feita de forma conjunta na sexta-feira (27), em Teresina.

Nos discursos, durante a reunião para definir detalhes da convenção e da coligação proporcional entre os partidos, Zé Filho afirmou que, com a união dessas legendas, não há como perder as eleições - opinião compartilhada por Wilson Martins. Ambos concorrem contra o senador petista Wellington Dias, que disputa o governo do Estado, tendo a deputada estadual do PP, Margarete Coelho, como candidata a vice-governadora e o ex-prefeito de Teresina Elmano Ferrer (PTB), como candidato a senador.

"O mais difícil foi conseguir a unidade da base. Mas agora temos 18 partidos unidos em prol da campanha. É uma coligação forte, que tem como base o povo. Vamos fazer todo o trabalho necessário para ganhar a eleição e continuar o trabalho que foi feito pelo Piauí. Nós vamos ganhar. Vamos entrar na casa das pessoas, mostrar o que fizemos e como vamos fazer muito mais", afirmou o governador, que substituiu o deputado federal Marcelo Castro (PMDB), na candidatura ao governo do Estado. Os partidos que confirmaram aliança são: PMDB, PSDB, PSB, PRB, PSD, PSL, PTN, PPS, PPL, DEM, PSDC, PDT, PMN, PTC, PCdoB, PTdoB, PV e PEN.

Esta matéria tem: (1) comentários

Autor: Anna Nery Espindola
sábia decisão de zé filho, ficar com Dilma é furada, Aécio está despontando como a melhor opção de voto. | Denuncie |

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.