• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Minha Casa, Minha Vida » Acabamos com o apagão habitacional do Brasil, diz Dilma

Agência Estado

Publicação: 23/06/2014 12:58 Atualização:

Logo ao iniciar seu discurso em cerimônia de entrega de unidades habitacionais do Programa Minha Casa, Minha Vida em Macapá (AP), a presidente Dilma Rousseff fez questão de lembrar o jogo da seleção brasileira, nesta segunda-feira, 23, às 17h, contra Camarões. "Tenho certeza que todos nós vamos sair daqui e torcer torcer e torcer pela vitória do Brasil", disse.

Durante sua primeira visita ao Estado como presidente da República, Dilma fez questão de ressaltar suas viagens ao Amapá como ministra e destacou a importância do governo de seu antecessor Luiz Inácio Lula da Silva para a construção da linha de transmissão de energia Tucuruí-Macapá-Manaus. "Muitas vezes olhavam o Brasil como se fosse só os Estados do Sul, Sudeste e Centro-Oeste. Foi uma decisão do governo (Lula) fazer a linha Tucuruí-Macapá-Manaus", afirmou. "Graça ao esforço e a Deus, hoje temos essa linha, que é uma obra de engenharia estarrecedora."

Dilma afirmou que seu retorno ao Estado hoje era para fazer o que mais gosta, que é entregar moradias do Minhas Casa, Minha Vida. "Hoje volto a Macapá para entregar 2.148 moradias do Minha Casa, Minha Vida. Em agosto, espero que mais 2.218 moradias estejam prontas", afirmou. Segundo a presidente, a meta do governo é que até o fim do ano estejam "entregues ou contratadas" 10.147 moradias no Estado.

As 2.148 unidades habitacionais entregues hoje fazem parte do Residencial Macapaba, bairro que, segundo o governo, recebeu investimento de R$ 130 milhões do Fundo de Arrendamento Residencial (FAR) e atenderá prioritariamente famílias que vivem em área de risco. O empreendimento beneficiará mais de oito mil pessoas.

Dilma disse ainda que o Minha Casa, Minha Vida é o "maior programa habitacional" de todos os tempos. "Acabamos com o apagão habitacional que existia no Brasil", afirmou.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.