• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Eleições » PTB pernambucano contraria executiva nacional e mantém apoio a Dilma Presidente do partido anunciou que a sigla apoiará candidatura do senador Aécio Neves à Presidência da República

Thiago Neuenschwander - Diario de Pernambuco

Publicação: 21/06/2014 15:28 Atualização: 21/06/2014 16:37

Armando não abrirá mão do apoio à reeleição de Dilma (Léo Caldas/Divulgação)
Armando não abrirá mão do apoio à reeleição de Dilma

Poucas horas depois de o presidente nacional do PTB, Benito Gama, anunciar que a sigla irá apoiar a candidatura do senador Aécio Neves para a Presidência da República, o secretário-geral da legenda no Estado, José Humberto Cavalcanti, soltou uma nota para reafirmar que o PTB em Pernambuco seguirá trabalhando pela reeleição da presidente Dilma Rousseff no pleito de outubro.

Desde que decidiu concorrer ao governo do estado no ano passado, o pré-candidato do partido na corrida ao Campo das Princesas, o senador Armando Monteiro sempre manifestou apoio à petista. Esse vínculo foi completamente selado com a indicação do deputado federal João Paulo (PT) como o pré-candidato ao Senado pela sua chapa.

Para Armando, a decisão pegou muita gente de surpresa dentro do partido, mas não mudará nada nos rumos de sua campanha. "Essa é uma decisão que traduz a insatisfação de alguns setores do partido, mas precisa ser confirmada na convenção. Muitos diretórios estaduais não foram ouvidos e vão se manifestar. Mesmo que essa decisão venha a se confirmar, não muda nada aqui, já que não há obrigação de verticalização desse apoio a Aécio. Nossa aliança aqui já está bem consolidada", explicou o senador.

O petebista disse, ainda, acreditar que a decisão será revertida. "Conversei com muitos dirigentes do PTB em outros estados e, pelo que ouvi, acredito que essa decisão não será confirmada. E mesmo que seja, volto a repetir, não há qualquer efeito localmente. Os estados estão liberados para continuar com seus acordos locais", salientou.

O apoio a Aécio Neves foi anunciado pelo presidente Benito Gama no início da tarde deste sábado (21). A convenção nacional do PTB acontece no próximo dia 27. A decisão é considerada uma baixa importante para o PT na reta final de fechamento de apoios. Segundo o representante do PTB, a rompimento se deveu ao não cumprimento de acordos feitos com o PT no que diz respeito ao lançamento de candidatos Brasil afora.

Confira a nota do PTB pernambucano na íntegra:

Comunicamos que houve uma pré-definição da Executiva Nacional do partido no sentido de apoiar a candidatura do senador Aécio Neves (PSDB) a presidente da República.

Essa decisão, no entanto, tomada à revelia dos diretórios estaduais do PTB, só terá validade se vier a ser confirmada pela convenção nacional, órgão máximo de deliberação do partido, que será realizada no próximo dia 27, em Salvador, Bahia.

Ratificamos que os convencionais de Pernambuco estarão presentes na convenção defendendo de forma unânime a manutenção do compromisso anteriormente assumido pelo partido, que é o do irrestrito apoio à reeleição da presidente Dilma Rousseff (PT).

Esclarecemos ainda que, em qualquer hipótese, a nossa aliança com o PT e os demais partidos no plano estadual está absolutamente consolidada, tendo em vista que não existe no PTB nacional qualquer determinação de verticalizar as coligações, conforme registra a nota oficial distribuída pela Executiva Nacional: “Os estados ficam liberados para manter os acordos locais e esta decisão será apresentada na convenção nacional”.

Por oportuno, informamos também que a legislação eleitoral em vigor nos garante as presenças de Lula e Dilma em nossa propaganda eleitoral.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.