• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Frente Popular » Duas candidaturas garantidas para o PPS Depois de externar insatisfação com uma possível desorganização da campanha de Paulo Câmara, PPS acerta duas candidaturas na chapa da Frente Popular (PSB)

Publicação: 17/06/2014 11:20 Atualização: 17/06/2014 13:40

Para o vereador Raul Jungmann (PPS), metade da "bronca" do seu partido com o PSB vou resolvida ontem (16 de junho), durante um encontro que contou com as principais lideranças socialistas do estado. Além do próprio candidato Paulo Câmara, a reunião contou contou com Fernando Bezerra Coelho, Raul Henry, Sileno Guedes e o prefeito do Recife, Geraldo Julio. Juntos, eles tentaram aparar as arestas com o PPS, partido aliado que decidiu não participar da convenção que aclamou Câmara como candidato ao governo do estado, no último domingo.

Na pauta, mais participação do PPS na campanha dos socialistas e a garantia das quatro candidaturas da legenda: três para deputado estadual e uma para deputado federal. "Podemos dizer que metade dos nossos problemas foi resolvida. O PSB garantiu a candidatura federal (que será disputada por Jungmann) e uma candidatura estadual dentro da chapa proporcional da Frente Popular", afirmou o vereador.

Raul Jungmann falou que ainda vai negociar as outras duas candidaturas estaduais na próxima semana, quando um novo encontro entre PPS e PSB deve acontecer. O encontro de ontem (16 de junho) também acertou mais participação do PPS na coordenação da campanha de Câmara e elaboração do programa de governo do socialista. "Teremos dois representantes na coordenação de programa: Sérgio Buarque e Pierre Lucena", comentou Jungmann.

As novidades vieram depois de algumas críticas dirigidas pelo PPS à Frente Popular. Entre elas a de que a legenda de Paulo Câmara estaria desorganizada e de que a ausência de Eduardo Campos (PSB) em Pernambuco, por causa de sua campanha à Presidência, estaria deixando a campanha do afilhado político sem centro. Nos bastidores da Frente Popular, comenta-se que a atitude do PPS foi "excessiva e que causou má impressão".
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.