• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

PPS » Bezerra Coelho acredita que há uma "ansiedade natural" por parte dos partidos da Frente O candidato ao Senado pelo PSB tentou minimizar a ausência do PPS na convenção estadual. Hoje ele se reúne com partido aliado para aparar as arestas

Publicação: 16/06/2014 11:30 Atualização: 16/06/2014 12:01

Foto: Guilherme Veríssimo/Esp.DP/D.A Press/Arquivo
Foto: Guilherme Veríssimo/Esp.DP/D.A Press/Arquivo
Porta-voz da Frente Popular (PSB), o candidato ao Senado Fernando Bezerra Coelho tentou minimizar a ausência do PPS na convenção estadual do PSB ontem, no Recife. Segundo ele, a atitude é muito natural e normal. "Numa frente ampla, você tem que ter muito diálogo, muita paciência e criar canais de participação. O próprio Raul (Jungmann) ligou para Paulo Câmara e agradeceu o convite, disse da dificuldade de comparecer ao evento, mas que estava com Câmara", explicou.
O candidato ao Senado disse que existe "uma ansiedade natural" e que "todos querem participar". Para tentar aparar as arestas, os socialistas reúnem-se hoje à noite com os integrantes do PPS. Bezerra Coelho disse que a formalização da Frente só foi feita ontem e que, a partir de agora, é que a coordenação da campanha vai anunciar as atividades para que os partidos possam participar mais intensamente da agenda e do programa de governo.
O vereador Raul Jungmann, principal liderança do PPS em Pernambuco, havia se queixado da falta de organização e de interesse do PSB em engajar os 20 partidos que formam a aliança. "Estamos lutando para que as coisas acordadas sejam cumpridas", disparou Jungmann. Ele afirmou que a campanha de Paulo Câmara está sem centro, já que Eduardo Campos está fora do estado, tocando sua campanha à Presidência.
Tags:

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.