• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Copa do Mundo » Aldo Rebelo evita explicar xingamento e vaias a Dilma

AE

Publicação: 13/06/2014 09:13 Atualização: 13/06/2014 11:27

"Ei, Dilma, vai tomar no c...". O coro com xingamento à presidente foi ouvido pela primeira vez, antes do início da partida Brasil e Croácia. Muitos dos chefes de Estado que não entendem português se perguntavam o que estava sendo gritado. Os intérpretes traduziram o coro para os curiosos, criando certo mal-estar. "O que é que você quer, que ela chore? Ela é a presidente do Brasil", respondeu o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, questionado sobre as manifestações hostis à presidente.

A presidente Dilma Rousseff chegou à Arena Corinthians de helicóptero e foi direto para uma sala VIP, onde estavam várias autoridades, entre elas o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB), o presidente do Supremo, Joaquim Barbosa, o governador Geraldo Alckmin (PSDB), além de chefes de Estado que vieram ao Brasil para acompanhar a abertura do evento. No camarote das autoridades, Dilma se sentou ao fundo para evitar exposição. Ficou ao lado da filha, Paula, e do presidente da Fifa, Joseph Blatter. Mas os protestos foram inevitáveis.

 

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.