• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Adiamento » Até agora, o PROS deu "bolo" em Paulo Câmara, pré-candidato do PSB ao governo

Aline Moura - Diario de Pernambuco

Publicação: 12/06/2014 11:05 Atualização: 12/06/2014 14:57

O pré-candidato do PSB ao governo do estado, Paulo Câmara, agendou uma coletiva às 9h desta quinta-feira (12) para anunciar o apoio do PROS, que é ligado aos irmãos Gomes, do Ceará, e presidido no estado por José Augusto Maia, aliado de Armando Monteiro (PTB). Mas a coletiva não aconteceu até agora. Marcaram para as 9h, adiaram para as 11h, mudaram novamente para as 12h e até agora não aconteceu. Nos bastidores, a informação é de que o partido está muito dividido. O presidente estadual quer subir no palanque de Armando Monteiro, enquanto outras lideranças querem ficar com Câmara.

O anúncio de apoio do PROS, ao que parece, foi feito de forma precipitada. Na semana passada, José Augusto Maia afirmou ao Diario que o partido apoiaria Armando.

Paulo Câmara disse que o acordo com o PROS foi feito diretamente com a executiva nacional do partido. "Ficou para eles repassarem para a estadual (à base). Se Zé Maia não sabe, na certa não foi informado ainda".

No meio dessa polêmica, a imprensa continua no local da coletiva desde as 9h, o auditório de uma pousada no Centro do Recife, e não houve confirmação de nada.

 

Com informações da repórter Julia Schiaffarino, do Diario

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.