• (0) Comentários
  • Votação:
  • Compartilhe:

Justiça Eleitoral » Incal José Eduardo Correa Teixeira Ferraz.

Agência Estado

Publicação: 10/06/2014 21:02 Atualização:

A Justiça Eleitoral em São Paulo condenou o ex-ministro Alexandre Padilha e o diretório paulista do Partido dos Trabalhadores (PT) a pagarem multa de R$ 25 mil cada por propaganda antecipada na “Caravana Horizonte Paulista do pré-candidato ao governo de São Paulo pelo interior do Estado.

A decisão acolhe a representação da Procuradoria Regional Eleitoral em São Paulo protocolada em maio que pedia a suspensão das caravanas de Padilha. Para o juiz auxiliar Cauduro Padin, que julgou a ação, houve “nítido caráter eleitoral das caravanas e intuito de pré-campanha de Padilha, que a pretexto de conhecer os problemas e as peculiaridades de cada região do Estado de São Paulo, na verdade, visa se fazer conhecido no Estado, criticando as ‘falhas’ do governo atual e se mostrando como a pessoa mais qualificada para assumir o cargo de governador do Estado de São Paulo”.

Em sua defesa, Padilha e PT alegaram que a caravana foi mal interpretada pois “não se trata de propaganda eleitoral antecipada, mas de instrumento do programa de governo participativo”. A decisão confirma a liminar concedida pelo presidente do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, desembargador Mathias Coltro, que na semana passada determinou a imediata suspensão das caravanas do petista pelo interior de São Paulo.

O PT e o pré-candidato ao governo de São Paulo informaram que vão recorrer da decisão judicial.

Esta matéria tem: (0) comentários

Não existem comentários ainda

Comentar

Para comentar essa notícia entre com seu e-mail e senha

Caso você não tenha cadastro,
Clique aqui e faça seu cadastro gratuito.
Esqueci minha senha »

Os comentários abaixo não representam a opinião do jornal Diario de Pernambuco; a responsabilidade é do autor da mensagem.